Lance COB terá 100 atletas e mais três esportes na Europa em setembro

COB terá 100 atletas e mais três esportes na Europa em setembro

Atletas de outros esportes, como triatlo, maratonas aquáticas e vela, disputam suas primeiras competições este mês na Europa

Lance
Lance

Lance

Lance

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta terça-feira algumas novidades da Missão Europa, na qual os atletas do país utilizam as estruturas de Portugal na preparação para os Jogos de Tóquio em meio às restrições causadas pela pandemia. Pelo menos três novas modalidades vão desembarcar nas próximas semanas: canoagem slalom, ciclismo BMX e esgrima.

Considerando ainda que outros esportes que já estão distribuídos pelas cinco bases do Time Brasil no país – Rio Maior, Cascais (vela), Coimbra (judô), Sangalhos (ginástica artística e rítmica) e Vila Nova de Gaia (tênis de mesa) –, 100 atletas treinarão na Europa em setembro.

- Consegui manter um bom condicionamento físico e fiz um trabalho específico. Minha expectativa agora é voltar ao ritmo de jogo, retomando a parte técnica e específica. Acredito que em dois meses, com o volume de treinamentos e combates, estarei pronta para as competições - diz a esgrimista Bia Bulcão, que desembarca em Lisboa nesta quarta-feira, dia 2, acompanhada da jovem atleta Gabriella Viana e do treinador Bernardo Schwuchow, que darão suporte à medalhista de bronze no florete nos Jogos Pan-americanos Lima 2019.

No Rio Maior Sports Centre, o trio da esgrima vai encontrar outros grandes nomes do esporte nacional, casos do nadador Bruno Fratus, que chegou esta semana ao centro de treinamento, e do triplista Almir Júnior, que vem junto com um novo grupo do atletismo.

Enquanto uns iniciam as atividades em Portugal, outros dão continuidade aos treinamentos no Brasil. A maior parte dos nadadores retornou ao país no último fim de semana e já está de volta à rotina normal em seus clubes. Eles seguem o exemplo do boxe, em São Paulo, e do nado artístico, no Rio de Janeiro, em preparação para os respectivos pré-olímpicos, em 2021.

A Missão Europa vem agradando tanto a atletas e treinadores que já teve modalidade prorrogando sua estadia em Portugal. O judô, por exemplo, decidiu continuar em Coimbra até 27 de setembro.

- Nós estamos monitorando a situação da pandemia no Brasil, nos reunimos semanalmente com os técnicos dos principais clubes que têm atletas na seleção e o cenário ainda não nos dá condições de promover um treinamento no Brasil com a qualidade e a segurança que estamos tendo em Portugal. Não podemos correr o risco de perder tudo o que construímos nesses 40 dias de treinos em Coimbra e, por isso, optamos por estender nossa participação na Missão Europa - afirma Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

A Missão Europa ainda reserva para setembro uma série de competições em solo europeu. Em muitos países, exige-se um período mínimo de permanência no continente antes de embarcar e, nesse sentido, o período em Portugal tem sido fundamental para o planejamento dos atletas.

Foi assim com os tenistas João Menezes, Thomaz Bellucci, Beatriz Haddad Maia e Carol Meligeni, que treinaram por quase três semanas em Rio Maior e agora já estão correndo o Circuito Mundial, divididos entre Itália, Portugal e Suíça. Quem também está de malas prontas são: triatlo, que tem competições na Alemanha e na República Tcheca; maratonas aquáticas, na Itália e na França; e vela, também na Alemanha.

Últimas