Lance CBF muda estratégia e finais da Copa do Brasil serão em setembro

CBF muda estratégia e finais da Copa do Brasil serão em setembro

Com partidas realizadas nos dias 4 e 11 de setembro, equipes não precisarão mais conciliar reta final do Campeonato Brasileiro com final da torneio

copa do brasil

Campeão da Copa do Brasil deve faturar mais de R$50 milhões

Campeão da Copa do Brasil deve faturar mais de R$50 milhões

Lucas Figueiredo/CBF

A CBF modificou as datas das finais da Copa do Brasil, que vinha acontecendo no fim do ano, para os dias 4 e 11 de setembro. O objetivo da entidade é trazer uma adequação ao calendário, garantindo que as equipes participantes não tenham a necessidade de conciliar a reta final do Campeonato Brasileiro com a final do torneio.

NA ARGENTINA: Com indefinições, São Paulo estreia na Libertadores em busca do tetra

— Foi uma mudança estratégica por conta da reta final das competições. A CBF entendeu que ao recuar as finais para setembro aliviaríamos a reta final do volume de decisões que a gente geralmente tem entre o final de novembro e o começo de dezembro. Estamos convictos de que com isso conseguiremos ter uma reta final de forma mais aliviada e mais amena para os clubes. E com essa medida nós privilegiaremos também a final da Copa do Brasil, garantindo que ela tenha uma atenção total e plena – declarou Manoel Flores, diretor de competições da CBF.

A competição começou na última terça-feira, com o atropelo do Fluminense para cima do River, do Piaui. Nesta quarta, o Vasco enfrenta o Juazeirense, às 21h30 e o Santos pega o Altos-PI, às 19h15. 

SUL-AMERICANA: Botafogo conta com bom retrospecto contra o Defensa

A Copa do Brasil iniciou com 91 clubes e é dividida em oito fases. A competição distribui as maiores premiações do cenário sul-americano e nacional, dando ao campeão, mais de R$ 50 milhões, entre premiações recebidas em cada fase e na grande final.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Conheça o Brumadinho FC, time que viajou na véspera da tragédia