Lance Cavani admite que teve problemas com Neymar por causa de pênaltis

Cavani admite que teve problemas com Neymar por causa de pênaltis

Polêmica marcou início da temporada do PSG, Cavani disse que "objetivos coletivos" têm de vir antes dos individuais; ele falou sobre futuro na França

copa 2018, cavani, neymar, uruguai

O atacante sonha em conquistar a Champions pelo PSG

O atacante sonha em conquistar a Champions pelo PSG

GEOFFROY VAN DER HASSELT/AFP

Cavani admitiu que teve problemas de relacionamento com Neymar por conta da escolha de quem seria o cobrador oficial de pênaltis no PSG. Em entrevista a rádio 'RMC', o uruguaio falou sobre seu relacionamento com o brasileiro e sobre seu futuro no clube parisiense.

- É verdade que tive problemas com Neymar nessa época. Nós falamos sobre isso e eu disse a ele que eu era a primeira pessoa que queria que ele ganhasse prêmios individuais. Porém, eu disse que teria uma condição e que ele tinha que botar os objetivos coletivos da equipe em primeiro lugar - disse Cavani

O atrito com Neymar

Logo no início da temporada, contra o Lyon, Cavani se impôs como cobrador e desperdiçou a cobrança. A partir daí, Neymar começou uma série de tensões entre os dois sempre que havia uma cobrança de penalidade. O técnico Unai Emery, juntamente com alguns líderes do grupo, decidiram que Neymar iria cobrar os pênaltis.

- Nós fomos chegando a um acordo. Os líderes do grupo tomaram uma decisão e eu respeitei - analisou o atacante.

Em janeiro, a tensão voltou à tona. Na goleada por 8 a 0 contra o Dijon, Cavani pediu para cobrar o pênalti (o atacante já havia feito dois gols) e Neymar não permitiu. O fato fez com que a torcida do PSG vaiasse o craque brasileiro.

Quem são os craques dos anos 90 nas figurinhas da Copa? Faça o teste

- As vaias dos torcedores não foram boas para ele. Se eu estivesse em seu lugar, eu sinceramente não teria ficado satisfeito com isso - pontuou o uruguaio.

História de amor na França

Sobre o seu futuro no PSG, o uruguaio, que já está sendo especulado em outros clubes, como a Juventus, disse que pretende permanecer em Paris. Com contrato até 2020, o atacante acredita que pode jogar em alto nível por "mais duas ou três temporadas".

- A minha história de amor com o clube tem crescido já tem um tempo. Eu estou muito feliz no PSG. Com certeza quero conquistar os objetivos determinados pelo clube. Sonho em conquistar a Champions League aqui - finalizou o atacante.

R7 Esportes no Facebook. Curta a página!

Veja o luxuoso hotel do Uruguai, de Suárez e Cavani, na Copa do Mundo: