Caso Daniel: Filha de réu confesso abre loja de roupas em rede social

Allana Brittes teria entrado na onda de influenciadores que vendem peças de vestiário feminino pelo Instagram e já conta com 2.500 seguidores

Loja online de Allana Brittes já soma mais de 2.500 seguidores

Loja online de Allana Brittes já soma mais de 2.500 seguidores

Lance

Após passar cerca de dez meses presa por envolvimento na morte do ex-jogador Daniel Correa, a filha do réu confesso Edison Brittes, Allana Brites, abriu uma loja de roupas online nas redes sociais. Pelo Instagram, a conta já soma cerca de 2.500 seguidores.

O nome do perfil é "Brittesstore" e já conta com algumas demonstrações das peças. Na rede pessoal da jovem de 19 anos, ela bateu os 77 mil seguidores do Instagram - mídia que estava fechada até pouco tempo. Allana era dona da festa que antecedeu a morte de Daniel. Após deixar a prisão por decisão judicial, ela decidiu entrar no universo das vendas digitais.

Ver essa foto no Instagram

⚫️Black Friday⚫️ Calça de renda R$49,99

Uma publicação compartilhada por @ brittesstore em

Ver essa foto no Instagram

⚫️Black Friday⚫️ Shorts envelopado R$29,99

Uma publicação compartilhada por @ brittesstore em

Ver essa foto no Instagram

⚫️Black Friday⚫️ Body tie day R$29,99

Uma publicação compartilhada por @ brittesstore em

Relembre o caso
O empresário Edison Brittes assumiu, em depoimento à polícia, ter matado o jogador Daniel Correia, de 24 anos. O caso aconteceu na madrugada do dia 27 de outubro do ano passado, na casa de Brittes em Curitiba. Edison alegou que defendia a esposa de suposto estupro de Daniel, que estava no quarto do casal.

Para a Polícia Civil e o Ministério Público, não houve estupro. Seis acusados de se envolverem no assassinato estão presos e Evellyn Perusso, acusado de falso testemunho e calúnia na denúncia, responde em liberdade. Daniel estava atuando no São Bento, emprestado pelo São Paulo. O jogador também tem passagens por Coritiba e Botafogo.

Sevandijas, Boi do Piauí… Relembre protestos inusitados no futebol