Seleção brasileira

Lance Brasil x Equador: prováveis times e desfalques na Copa América

Brasil x Equador: prováveis times e desfalques na Copa América

Já classificada, seleção deve ter novidades neste domingo, no Olímpico de Goiânia, no seu último jogo válido pela primeira fase

Lance
  • Lance | por Lance

Brasil é líder do Grupo B, com três vitórias em três jogos disputados na Copa América

Brasil é líder do Grupo B, com três vitórias em três jogos disputados na Copa América

Lance

A seleção brasileira tem neste domingo (27) seu último desafio pela primeira fase da Copa América. A partir das 18h, os comandados de Tite, já classificados no Grupo B, medem forças com a seleção do Equador, em jogo a ser disputado no Estádio Olímpico de Goiânia.

Ainda que tenha feito algum mistério nesta última partida da primeira fase, o treinador deve dar maior rodagem aos jogadores que não ganharam tantas oportunidades. O atacante Vinicius Júnior, uma das esperanças da renovação da seleção brasileira, deve ser titular ao lado de Neymar. 

Pelo lado do time de Gustavo Alfaro, o camisa 10 Damían Díaz é desfalque certo. O meio-campo foi diagnosticado com covid-19 e desfalca a equipe.

Com nove pontos em três partidas, o Brasil tenta estender o recorde particular de vitórias consecutivas de Tite: até o momento, são dez triunfos. Já os equatorianos, com apenas dois pontos, tentam segurar uma das vagas do torneio para as quartas.

AFP


BRASIL x EQUADOR

Data-Hora: 27/6/2021 - 18h
Estádio: Olímpico de Goiânia, em Goiás (GO)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Riosa (CHI)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

BRASIL: Alisson, Danilo (Emerson), Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi; Fabinho, Douglas Luiz e Everton Ribeiro (Lucas Paquetá); Richarlison, Neymar e Vinicius Júnior. Técnico: Tite

Desfalques: Felipe (com torção no joelho direito)

Pendurados: Renan Lodi, Gabigol, Gabriel Jesus, Alex Sandro, Everton Ribeiro e Neymar

EQUADOR: Galíndez; Jose Hurtado, Arboleda, Hincapié e Pineida; Méndez, Alan Franco, Gonzalo Plata, Ángel Mena (Jordy Caicedo) e Ayrton Preciado; Leonardo Campana. Técnico: Gustavo Alfaro

Desfalques: Damían Díaz (com covid-19)

Pendurados: Hincapié, Moisés Caicedo e Valencia.

Últimas