Após 108 dias, Palmeiras volta aos treinos coletivos no CT

Com autorização do Governo do Estado, as atividades retornam nesta quarta-feira, em São Paulo, e deve ter a presença de todo o elenco

Protocolos de segurança serão respeitados

Protocolos de segurança serão respeitados

Lance

Nesta quarta-feira, o Palmeiras, enfim, retorna aos treinos presenciais após 108 dias de paralisação de atividades na Academia de Futebol. Hoje, o elenco poderá trabalhar novamente em grupo, algo que não acontece desde o dia 14 de março de 2020, um sábado, no dia do último compromisso do time, contra a Inter de Limeira, pelo Campeonato Paulista. No entanto, claro, todas os protocolos de segurança continuarão sendo respeitados para evitar contaminação da covid-19.

Leia mais: Completo, Corinthians volta a treinar com bola nesta quarta

O treino com todo o elenco, na verdade, aconteceu um dia antes, em 13 de março, na véspera da última partida. Porém, alguns atletas que não foram relacionados, casos de Gustavo Gómez, que estava suspenso, Victor Luis, Lucas Esteves, Alan, Guerra e Ângulo, estiveram no CT para a realização de atividades no dia 14. Por conta disso, são 108 dias sem exercícios conjuntos.

Naquela ocasião, Ruan Santos, zagueiro do Sub-17 do Palmeiras e filho de Narciso, ex-jogador do Santos e da Seleção Brasileira, trabalhou pela primeira vez com o elenco profissional. Além dele, foram chamados para completar a atividade os goleiros Lucas e Bruno, o lateral Garcia, os meias Erik Pluas e Goes e o atacante Gregory.

Desde então, os jogadores do Palmeiras e demais clubes de São Paulo seguem as recomendações do Governo do Estado de isolamento social. Na última semana, o alviverde iniciou a etapa de realização de testes físicos, fisiológicos e bioquímicos, respeitando protocolos de segurança.

Veja também: Quarentena impõe nova realidade a pais, alunos e educadores de todo o Brasil

Já foram realizadas diversas baterias de exames para a detecção do novo coronavírus. O clube informou que quatro atletas haviam testado positivo para covid-19, sendo três deles durante o isolamento e um deles durante a primeira realização de testes no Palmeiras. Nenhum nome foi divulgado. Na última segunda (29), o alviverde confirmou que mais nenhum jogador estava com coronavírus e, portanto, a atividade desta quarta-feira deverá ser realizada com todo o elenco.

Antes da paralisação, o Palmeiras era o segundo colocado no grupo B do Campeonato Paulista, atrás apenas do Santo André. Os dois detêm a melhor pontuação geral da competição, com 19 pontos. Já na Libertadores, o alviverde era o líder do grupo B, com seis pontos, à frente de Guaraní-PAR, Bolívar e Tigre. Ainda não há previsão de retorno dessas competições.

'Desejam a morte porque casei com negro', diz esposa de Luiz Adriano