Lance América-MG perde para lanterna Paraná e se complica no Brasileirão

América-MG perde para lanterna Paraná e se complica no Brasileirão

A equipe americana terá de vencer Palmeiras, Internacional, Santos, Bahia e Fluminense se quiser ter alguma chance de ficar na primeira divisão em 2019

A equipe americana terá de vencer Palmeiras, Internacional, Santos, Bahia e Fluminense se quiser ter alguma chance de ficar na primeira divisão 

América Mineiro se complica

América Mineiro se complica

RODNEY COSTA/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO - 10.11.2018

A equipe do América-MG perdeu a maior chance de vencer no Campeonato Brasileiro e acabar com um jejum de nove jogos sem conseguir os três pontos ao ser derrotado pelo Paraná Clube, lanterna da competição e rebaixado para a segunda divisão.

O time americano contava com o triunfo sobre os paranaenses para pelo menos dormir fora da zona do rebaixamento. Mas, a situação se tornou uma missão quase impossível pela sequência final na competição.

Os mineiros terão nas cinco e próximas rodadas Palmeiras, Internacional e Santos, lutando por título e Libertadores; e Fluminense e Bahia, na briga por Sul-Americana e fuga do Z4. Ao Coelho, resta apenas vencer.

Mas, para quem não conseguiu bater a pior equipe da competição, é provável que o torcedor americano voltará a ver o time lutando para tentar mais um título da segunda divisão.

O atacante Rafael Moura, que perdeu uma grande chance no jogo, pediu desculpas à torcida e fez o discurso de não jogar a toalha, afinal ainda há pontos a serem disputados e o América-MG se agarra na esperança de operar um pequeno milagre e permanecer na primeira divisão.

"Não tem nada para dizer. Se tiver alguma coisa para falar, é pedir desculpa ao torcedor, a quem compareceu para nos incentivar. O peso da derrota é muito grande, mas não podemos jogar a toalha. Cada um tem seu papel, sua responsabilidade. Temos que honrar essa camisa. Fizemos uma bela campanha, batemos na tecla que o América não pode cair. Não podemos desistir", ponderou o atacante.

A primeira “missão impossível” do América-MG será encarar o vice-lider Internacional, fora de casa, no Beira Rio, em Porto Alegre.

    Access log