Ameaçados pelo rebaixamento, Vila Nova e Criciúma apenas empatam

Time goiano abriu o placar no começo do segundo tempo, mas cedeu a igualdade pouco depois


No Serra Dourada, Vila Nova e Criciúma protagonizaram uma partida abaixo da média, que ficou empatado por 1 a 1. Com o resultado, o time goiano é o 15º colocado, com 28 pontos. O Tigre é o 17º, com 27 pontos.

Na próxima rodada, o Vila Nova encara o São Bento, no interior de São Paulo. Enquanto isso, o Criciúma recebe o Brasil de Pelotas.

O confronto

Devido a crítica situação na tabela, as duas equipes apresentavam mais preocupação com o sistema defensivo do que com a linha de frente. Sendo assim, pouquíssimas chances eram criadas.

Quando resolveu se soltar um pouco, o Vila Nova quase abriu o placar. Sandro tentou cortar o cruzamento, raspou a bola de cabeça e carimbou o próprio poste.

Nos minutos finais da etapa inicial o Vila ainda criou mais uma chance através de Alan Mineiro, que soltou uma bomba de fora de área e parou no goleiro Luiz.

Diferente da etapa inicial, os últimos 45 minutos começaram de maneira agitada. Logo aos 5, Wesley Matos aproveitou escanteio de Alan Mineiro e abriu o placar a favor do Vila. O empate veio aos 10, quando Thales desviou a cobrança de falta e testou para o fundo da rede.

O gol animou o Criciúma, que teve a bola do jogo com o zagueiro Sandro. No cruzamento da direita, o jogador do time catarinense, sozinho na pequena área, conseguiu mandar por cima do gol.

Depois do susto, o Vila Nova retomou o controle do meio-campo e tentou envolver a zaga adversária, mas sem sucesso. Em raro momento de triangulação, a bola ficou limpa com Alan Mineiro, que dentro da área pegou de primeira e carimbou o zagueiro.

Com a necessidade de vencer um rival direto dentro de casa, o Vila Nova tentou explorar os levantamentos, mas a zaga catarinense, bem postada, conseguiu segurar o ímpeto caseiro e garantir o empate.