Tragédia no Flamengo
Esportes IML identifica corpos das últimas duas vítimas do incêndio do Ninho

IML identifica corpos das últimas duas vítimas do incêndio do Ninho

Samuel Thomas e Jorge Eduardo foram identificados neste domingo sem a necessidade de exames de DNA, famílias esperam liberação dos corpos

corpo reconhecido

Jorge Eduardo e Samuel Thomas foram os dois últimos reconhecidos

Jorge Eduardo e Samuel Thomas foram os dois últimos reconhecidos

Montagem R7

O IML, Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro, identificou no começo da tarde deste domingo (10) os corpos de Samuel Thomas e Jorge Eduardo, ambos de 15 anos. Eles eram as últimas duas vítimas do incêndio que aconteceu no Ninho do Urubu na última sexte-feira que faltavam ser identificadas.

Não foi necessário fazer exames de DNA para o reconhecimento, o que demoraria muito mais e deixaria as famílias dos jovens jogadores ainda mais desesperadas. O reconhecimento aconteceu pelo processo de Antropologia Forense, que avalia o peso, altura e massa corporal das pessoas. O processo foi possível depois que o Flamengo forneceu todos os dados dos jogadores. 

Os corpos permanecem no IML e aguardam retirada pelos familiares.

O Instituto levou 48 horas para reconhecer os dez adolescente que morreram no incêndio do Centro de Treinamento da Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeior. 

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Veja quem são as vítimas da tragédia no CT do Flamengo

    Access log