Esportes Goiás dispensa Augusto César e comissão técnica após derrota diante do Vila Nova

Goiás dispensa Augusto César e comissão técnica após derrota diante do Vila Nova

Durou apenas cinco meses a experiência de Augusto César no comando do time profissional do Goiás. Nesta segunda-feira, a diretoria do clube comunicou o desligamento do comandante e de sua comissão técnica após derrota por 2 a 1 no clássico diante do Vila Nova, pelo Campeonato Goiano.

O treinador assumiu o clube na reta final do Campeonato Brasileiro e não conseguiu salvá-lo do rebaixamento, apesar de boas partidas e de elogios dos dirigentes. Começou o Estadual bem, mas após empate com o Iporá e derrota para o principal rival, a situação ficou insustentável. O Goiás é apenas terceiro colocado no grupo, atrás de Aparecidense e Vila Nova.

"O Goiás Esporte Clube comunica que Augusto César não é mais técnico do Alviverde", informou o clube, em nota nas redes sociais. Além da saída do ex-lateral-esquerdo campeão mundial com o Corinthians em 2000, também foram desligados o auxiliar técnico Lauro Martins, o treinador de goleiros Marlos Gomes e o fisiologista André Araújo.

"A diretoria do Goiás agradece a todos pela dedicação e o trabalho que foi desenvolvido durante o período que estiveram conosco e deseja sucesso para os novos desafios profissionais", seguiu o clube.

A disputa da Série B começa apenas no fim de maio e, até lá, o Goiás seguirá com um comandante interino. Glauber Ramos, que dividiu com Augusto César a direção do time no Brasileirão, foi efetivado até o final do Estadual.

Últimas