Esportes Galo se reabilita no Brasileirão e vence Santos por 2 a 0 em casa

Galo se reabilita no Brasileirão e vence Santos por 2 a 0 em casa

Com gols de Luan e Leonardo Silva, Atlético-MG derrota o Peixe e respira no campeonato após ser goleado pelo Grêmio e empatar contra o CSA

Galo se reabilita no Brasileirão e vence Santos por 2 a 0 em casa

Atlético-MG vence o Santos no Independência por 2 a 0

Atlético-MG vence o Santos no Independência por 2 a 0

GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos perdeu para o Atlético-MG, no Independência, por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Luan e Leonardo Silva, ambos na primeira etapa. Com o resultado, o Peixe mantém a terceira colocação, com 51 pontos. Já o Galo sobe para o 11º lugar, com 35.

O Atlético começou em cima do Santos e abriu o placar logo aos dois minutos do primeiro tempo. Após belo lançamento de Réver, Luan ganhou de Jorge no alto e finalizou bem no canto, sem chance de defesa para o goleiro Éverson. O lance, no entanto, foi para revisão do árbitro de vídeo e demorou quatro minutos para ser validado.

A equipe comandada por Sampaoli tinha dificuldade na criação de jogadas. Além da ausência de Sasha na referência do ataque, Soteldo, Dérlis e Soteldo pouco produziam pelos lados e eram vítimas fáceis para marcação dos laterais atleticanos.

O segundo gol não demorou para sair e premiou o bom início do Galo. Aos 22', em cobrança de escanteio, o venezuelano Otero colocou a bola na cabeça de Leonardo Silva, que cabeçeou sozinho e ampliou o placar no Horto. 

O jogo esquentou em alguns momentos e o juiz Caio Max Augusto Vieira se mostrava inseguro em diversos lances. A irritação dos jogadores era evidente com a arbitragem e os animos só foram acalmados quando Elias, pelo Atlético, e Lucas Veríssimo, do Santos, foram amarelados.  

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Atlético-MG se mostrava confortável com o placar. O Peixe tinha mais posse de bola, mas nada conseguia fazer. 

Sampaoli enchergava a dificuldade da equipe e promoveu três alterações no time. Sasha, Evandro e Taílson entraram, mas o Galo era mais eficiente em sua estratégia no segundo tempo: fechar os espaços do Santos e sair rápido no contra ataque, acionando sempre a referência de 1,93m do ataque, o argentino Di Santo.

Otero foi o melhor jogador da partida. Além da assistência para o gol de Leonardo Silva, o venezuelano foi um pesadelo para a defesa santista, com direito até a caneta em cima de Veríssimo na ponta esquerda.

A segunda etapa foi um retrato de toda a partida, com o Santos mal, sem se achar em campo, e o Atlético muito mais atento aos detalhes da partida, ganhando divididas e recuperando a bola com facilidade.

Próximos confrontos

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado (26), o Santos pega o Corinthians no Itaquerão, às 19h. O Atlético-MG enfrenta o São Paulo, no Morumbi, às 16h, no domingo (27). 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2x0 SANTOS

Local: Estádio Independência, Minas Gerais (BH)
Data-Hora: 20/10/2019, às 16h.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN) - Nota LANCE!: 5,5 (Demorou para validar o primeiro gol do Atlético-MG. No restante, foi correto)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes do VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN)
Gramado: Bom
Público/Renda: 21.771 torcedores / R$104.562,00
Cartão Amarelo: Soteldo, Lucas Veríssimo, Derlis González, Luan Peres, Jorge Sampaoli (SAN), Elias, Luan, Otero (CAM)
Cartão Vermelho:

GOLS: Luan, 1'/1ºT (1-0) e Léo Silva, 21'/1ºT (2-0)

ATLÉTICO-MG
Cleiton; Guga, Léo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Réver (José Welison; intervalo), Elias (Cazares; 41'/2ºT), Nathan, Otero; Luan (Maicon; 25'/2ºT) e Di Santo. Técnico: Vagner Mancini.

SANTOS
Everson; Luan Peres, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo; Jorge, Diego Pituca, Carlos Sánchez (Evandro; 18'/2ºT), Jean Mota; Soteldo (Tailson; 20'/2ºT), Derlis González e Marinho (Eduardo Sasha; intervalo). Técnico: Jorge Sampaoli.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Carla Canteras