Copa São Paulo
Futebol Zagueiro entra em furada, vai muito mal e vê título da Copinha escapar

Zagueiro entra em furada, vai muito mal e vê título da Copinha escapar

Prestes a completar 20 anos, Gabriel Norões substituiu Miranda, suspenso, e sofre com talentosa dupla de ataque tricolor. Sem confiança, também desperdiça pênalti decisivo

Prestes a completar 20 anos, Gabriel Norões substituiu Miranda, suspenso, e sofre com talentosa dupla de ataque tricolor. Sem confiança, também desperdiça pênalti decisivo

Lance

Lance

Lance

Definitivamente, a tarde do dia 25 de janeiro ficará marcada na carreira de Gabriel Norões, atleta de 19 anos do Vasco. Negativamente. O zagueiro esteve envolvido em lances capitais na final da Copinha que resultaram no vice-campeonato e irritou a torcida presente no Pacaembu e nas redes sociais. Uma atuação que destoou do coletivo durante toda a competição e, infelizmente, teve influência direta no resultado da decisão.

Gabriel Norões era um dos mais velhos no grupo inscrito na Copinha. Prestes a fazer 20 anos, disputa sua última temporada dos juniores e corria por fora na escalação. Ele sequer havia viajado para São Paulo, já que só podem sete atletas no banco de reserva por jogo. O garoto era a quarta opção do elenco, atrás de Miranda e Ulisses (dupla titular) e do reserva Alan. O destino, porém, o pôs como titular da decisão contra o melhor time da competição.

Miranda estava suspenso após estourar o limite de cartões amarelos na semifinal. Alan, primeira opção, lesionou-se e não tinha condições de jogo. Norões era o único zagueiro de origem disponível para enfrentar o São Paulo de Antony e Gabriel Novaes - craque e artilheiro da competição, respectivamente. Tarefa nada fácil.

A preocupação da torcida já era grande antes da bola rolar. Norões havia feito partidas razoáveis e abaixo do nível de Miranda, um dos destaques do torneio. Visivelmente sem confiança, o zagueiro até iniciou bem os dez primeiros minutos de jogo, mas sentiu a pressão quando Gabriel Novaes, aos 16 minutos, driblou em velocidade e quase abriu o placar. Apesar de algumas falhas na marcação, o jogador não parecia comprometer a equipe, até que, aos 38 do primeiro tempo, dormiu no ponto na marcação do artilheiro da competição. Bola perfeita de Antony - mal marcado por Coutinho e Bruno Gomes - e o camisa 9 tricolor cabeceou sozinho dentro da área. Méritos do adversário, mas facilitado pela desatenção do zagueiro.

Depois da volta do intervalo, com o gramado molhado e forte chuva, o time do Vasco tentou acalmar o jogo e parecia crescer na partida. Porém, aos sete do segundo tempo, Antony foi lançado em profundidade e Norões não conseguiu acompanhar na velocidade. Foi batido sem problemas pelo atacante, que encheu o pé e aumentou o placar. Parecia que o título já estava nas mãos do São Paulo. O garoto, porém, ainda poderia se redimir.

A boa reação do Vasco de Marcos Valadares deu esperanças a torcida. Três lances claros de gols foram desperdiçados por Linnick, Caio Lopes e Tiago Reis em um intervalo de cinco minutos. Aos 30 do segundo tempo, quase no fim do jogo, Lucas Santos acertou cobrança perfeita no ângulo e descontou. Oito minutos depois, Riquelme cruzou na medida para Tiago Reis dominar e balançar as redes. Empate no tempo regulamentar e decisão nos pênaltis.

A cabeça do garoto estava a milhão. Sem Bruno Gomes, substituído, e Miranda, suspenso, Valadares perdeu atletas de confiança na cobrança de pênalti. Gabriel Norões era uma opção por conta do aproveitamento nos treinos, mas, obviamente, estava abalado. A terceira cobrança, já atrás no placar, era fundamental para reagir na disputa. O garoto caprichou, chapou no canto e... explodiu no travessão. Em seguida, após o erro de Riquelme, as chances de título foram por água abaixo. Tarde para se esquecer para o camisa 21 da Colina.

AMEAÇAS NAS REDES SOCIAIS
Após o apito final, um fato lamentável ocorreu nas redes sociais. Torcedores invadiram o perfil do garoto com xingamentos e ameaças. Boa parte da torcida virtual repudiou a atitude e, mesmo 'na bronca' com o zagueiro, demonstrou apoio para se reerguer na carreira.