Weverton salva, Palmeiras bate o Ceará e diminui vantagem do Fla

Goleiro pegou pênalti no primeiro tempo e fez outras três intervenções na segunda etapa para garantir os três pontos e deixar time mais perto do rival

Weverton pegou um pênalti e fez outras ótimas defesas contra o Ceará

Weverton pegou um pênalti e fez outras ótimas defesas contra o Ceará

JULIO ZERBATTO/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Palmeiras continua firme na briga pelo título do Brasileirão! Neste sábado, a equipe venceu o Ceará por 1 a 0 no Allianz Parque e, além de chegar a três vitórias consecutivas no torneio, chegou aos 63 pontos, ficando apenas cinco atrás do líder Flamengo, que neste domingo encara o Corinthians no Maracanã. Zé Rafael fez o único gol do jogo.

Se os paulistas ficam em uma situação confortável na tabela, o mesmo não se pode dizer dos cearenses, que, com 33 pontos, continuam na 15ª posição, perto da zona de rebaixamento.

No meio de semana, enquanto o Palmeiras entra em campo na quarta, quando enfrenta o Vasco em São Januário, o Ceará só atua na quinta, dia em que recebe o Internacional no Castelão.

Zé Rafael recebeu o carinho de Felipe Melo e Deyverson após o gol

Zé Rafael recebeu o carinho de Felipe Melo e Deyverson após o gol

ARTUR BRAGANçA/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

O jogo
Assim como fez contra o São Paulo, na última quarta, o Alviverde iniciou a partida de forma letal. Logo em seu primeiro bom momento, chegou ao gol, com Zé Rafael, aos 16 minutos. O camisa 8 pegou a sobra de bola após a zaga cearense afastar mal e bateu de primeira. Ela ainda bateu na trave e entrou.

O próximo bom momento do Alviverde foi apenas aos 34, quando Dudu tentou encobrir o goleiro Diogo Silva e a bola foi na rede pelo lado de fora, enganando parte dos presentes ao Allianz Parque.

E o Ceará teve a chance de empatar aos 38. Vitor Hugo derrubou Chico dentro da área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Bergson bateu no canto direito de Weverton, que se esticou todo e conseguiu evitar o gol.

Aos 41, mais uma ótima oportunidade dos cearenses. Após cobrança de falta, Valdo subiu sozinho dentro da área, mas errou a direção na hora do cabeceio e mandou para fora.

Os sustos no final da primeira etapa fizeram o Alviverde voltar com outra postura, tentando garantir mais um resultado positivo no Brasileirão. Aos 10, a equipe até marcou, mas o gol foi anulado por impedimento de Gustavo Gómez.

Aos poucos, o Ceará foi se soltando no jogo e só não empatou aos 18 graças a uma excelente defesa de Weverton, que espalmou belo chute colocado de Felipe Baxola.

Aos 31, Gómez mais uma vez ganhou no alto após cruzamento. O zagueiro paraguaio cabeceou no travessão e por pouco não ampliou para o Palmeiras.

No lance seguinte, o Ceará voltou a assustar, mas parou mais uma vez em Weverton. Após cruzamento da esquerda, a bola passou por toda a área e chegou em Samuel Xavier, que bateu de primeira. Weverton fez um verdadeiro milagre e evitou o empate.

Aos 41, o lance mais polêmico do jogo. O Ceará marcou com Felipe Baxola, mas o lance foi anulado por causa de suposta posição irregular de Bergson no início da jogada.

Os visitantes voltaram a ameaçar nos acréscimos, mas Weverton estava lá para fazer mais uma defesa e garantir a vitória do Palmeiras.

PALMEIRAS 1 x 0 CEARÁ

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 2/11/2019 - 19h
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Marcus Vinicius Gomes (ambos de MG)
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Público e renda: 29.019 pagantes/R$ 1.777.812,70
Cartão amarelo: Weverton e Vitor Hugo (PAL), Brock e Cristovam (CEA)

GOLS: Zé Rafael, 16'/1ºT (1-0)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Jean, 13'/2ºT), Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Dudu, Gustavo Scarpa (Lucas Lima, 19'/2º) e Zé Rafael; Deyverson (Henrique Dourado, 24'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

CEARÁ: Diogo Silva; Cristovam, Valdo, Eduardo Brock, Samuel Xavier; Fabinho (Ricardinho, 25'/2ºT), Pedro Ken, Auremir (Leandro Carvalho, 34'/2ºT); Chico (Thiago Galhardo, Intervalo), Felipe Silva e Bergson. Técnico: Adilson Baptista

Imperatriz na área? Conheça a nova namorada de Adriano Imperador