bola de prata
Futebol Volante goleador, Bruno Henrique ganha sua primeira Bola de Prata

Volante goleador, Bruno Henrique ganha sua primeira Bola de Prata

Capitão do Palmeiras, Bruno Henrique marcou 8 gols na campanha do título e levou o prêmio como o melhor segundo volante da Bola de Prata

bruno henrique

Bruno Henrique, melhor segundo volante na Bola de Prata

Bruno Henrique, melhor segundo volante na Bola de Prata

Rafael de Oliveira/Divulgação

O volante Bruno Henrique, do Palmeiras, foi escolhido o melhor jogador da posição no Campeonato Brasileiro e premiado com a Bola de Prata de 2018, nesta segunda-feira (3), em São Paulo.

"Estou mutio feliz por ganhar esse prêmio fantástico. Agradeço ao Felipão, ao Alexandre Mattos, ao Galiotte e todo o elenco do Palmeiras. Queria oferecer esse título do Campeonato Brasileiro para todos os torcedores do Palmeiras", festejou o volante.

Campeão brasileiro com o Corinthians em 2015, o volante Bruno Henrique chegou ao Palmeiras em 2017 com certa desconfiança do torcedor alviverde.

Em pouco tempo, no entanto, o jogador conquistou seu espaço, o respeito da torcida, dos treinadores e companheiros. Com belos gols de fora da área, muita disposição em campo e liderança, o jogador ganhou a braçadeira de capitão (que era do ídolo Dudu), e foi um dos pilares do Palmeiras na conquista do título Brasileiro de 2018.

Autor de 9 gols em 35 jogos, Bruno Henrique, aos 29 anos, marcou gol de falta, de pênalti e terminou a temporada com o prêmio de melhor segundo volanta na Bola de Prata e nas graças da torcida.  

Veja também: Bruno Henrique é o 39º capitão a levantar a taça do Brasileirão

Na história da Bola de Prata, Bruno Henrique é 9º volante a conquistar o prêmio pelo Palmeiras, depois de Dudu (1974), Pires (1979), Elzo (1989), César Sampaio (1993), Magrão (2004), Pierre (2009), Marcos Assunção (2011) e Tchê Tchê (2016).

Veja quais foram os 10 melhores segundos volantes da Bola de Prata 2018:
1º Bruno Henrique (Palmeiras) - 6,31 (33 jogos)
2º Edenílson (Internacional) – 6,15 (33 jogos)
3º Elias (Atlético-MG) - 5,82 (33 jogos)
4º Cícero (Grêmio) - 5,80 (24 jogos)
5º Hudson (São Paulo) - 5,76 (31 jogos)
6º Andrey (Vasco) - 5,62 (27 jogos)
7º Elton (Bahia) - 5,58 (28 jogos)
8º Diego Pituca (Santos) - 5,50 (34 jogos)
9º Bruno Guimarães (Atlético-PR) - 5,44 (32 jogos)
10º Willian Arão (Flamengo) - 5,41 (24 jogos)

Curta a página R7 Esportes no Facebook

    Access log