Copa São Paulo
Futebol Vasco vence Corinthians e enfrenta São Paulo na final da Copinha

Vasco vence Corinthians e enfrenta São Paulo na final da Copinha

Time carioca abriu dois gols de vantagem, mas permitiu empate no tempo normal. Nos pênaltis, Rafinha e João Celeri erraram para Timãozinho

Corinthians x Vasco

Lucas Santos errou no tempo normal, mas fez o seu na cobrança de penalidades

Lucas Santos errou no tempo normal, mas fez o seu na cobrança de penalidades

Alê Cabral/Estadão Conteúdo - 22.1.2019

São Paulo e Vasco decidem a 50ª edição da Copinha. Os cariocas venceram o Corinthians nos pênaltis na noite desta terça-feira (23) por 4 a 3 (depois de 2 a 2 no tempo normal), na Arena Barueri, e garantiram classificação à final. Mais cedo, o Tricolorzinho havia passado pelo Guarani, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

A grande final acontece nesta sexta-feira, no Pacaembu, às 15h30 (de Brasília), com as duas torcidas apesar do mando do São Paulo. Segundo a Federação Paulista de Futebol, os ingressos custarão de R$ 20 a R$ 40.

Essa será apenas a segunda final entre São Paulo e Vasco. Em 1992, o Time da Colina levou a melhor e conquistou seu único título até aqui — o rival ganhou três vezes.

COSME: 'Se me deixarem sozinho, faço acontecer.' O humilde Neymar

O Vasco parecia ter matado o jogo em apenas oito minutos de partida. Aos 9 minutos do primeiro tempo, o centroavante Tiago Reis aproveitou bola na pequena área e abriu o placar. Aos 17 minutos, o zagueiro Miranda ampliou.

Foi aí que o técnico Eduardo Barroca decidiu mexer no time. O treinador teve de sacrificar a escalação de Du para a entrada de Rafinha. A mudança mandou o time para frente e as chances apareceram nos pés de Nathan. Na primeira, ele errou embaixo da trave. Aos 45 minutos, ele se redimiu e diminuiu o placar.

Leia mais: CR7 é criticado por foto em jato no dia do desaparecimento de Sala

No início do segundo tempo, as coisas pareciam de novo melhores para o Vasco com o pênalti de Jordan em João Pedro. Na cobrança, o craque do time Lucas Santos chutou quase nas arquibancadas da Arena. Três minutos depois, aos 9, Nathan apareceu sozinho na área e cabeceou para empatar a partida.

Até o fim do jogo, as duas equipes brigaram, e muito, pelo resultado. Se o jogo ficou ruim tecnicamente, pelo menos ganhou em emoção com o placar em aberto. Fabrício Oya, que pouco havia aparecido até então, quase fez um golaço. Do outro lado, Caio Lopes quase marcou e a decisão foi para os pênaltis.

Fabrício Oya, Caetano e Mantuan fizeram para o Corinthians; Rafinha e João Celeri erraram. Pelo lado do Vasco, Lucas Santos, Miranda, Bruno Gomes, e Caetano marcaram; Ulisses desperdiçou, mas o Vasco foi o classificado.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Avião desaperecido: jogadores postam mensagens de apoio a Sala