Torcedoras do Bahia são alvo de racismo em montagem 

Imagem compara torcedoras a gremistas e circula em grupos de WhatsApp

Torcedoras do Bahia são alvo de racismo em montagem 

Montagem racista circula pelas redes sociais

Montagem racista circula pelas redes sociais

Reprodução

Uma montagem de cunho racista está circulando pelas redes sociais. A foto compara torcedoras negras, do Bahia, a fãs brancas do Grêmio. Na legenda: "Ainda tem gente que acha que time é tudo igual". 

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Uma das torcedoras baianas é Edna Matos, de 53 anos, que posou para uma selfie ao lado da filha. Edna só foi se dar conta do que estava acontecendo quando a Prefeitura de Salvador compartilhou a imagem e criticou a intenção do criador da imagem. 

"Primeiro, eu fiquei meio sem entender. Depois, percebi que não era nada engraçado. O sentimento é o mesmo de todas as vezes, por mais que a gente já tenha passado por isso. Senti raiva, depois fiquei triste. Fiquei na dúvida se responderia ou não, mas vi que, além da minha consciência, eu tinha a responsabilidade de responder. Tive o cuidado de não dar ibope para o racismo, quis valorizar minha foto com minha filha", disse Edna ao jornal Extra.

Pelo Facebook, ela se proununciou: "Somos NEGRAS, MULHERES e BELAS (nesta ordem de importância). Poderosas! Donas da porra toda, como se diz aqui na Bahia, inclusive do estádio, que naquela hora era só nosso".

Veja a publicação:

A filha de Edna, que viu a publicação antes da mãe, preferiu não falar nada — acreditou que a mãe saberia reagir com mais sabedoria. O próximo passo é descobrir quem criou a imagem, para dar entrada em um processo judicial. 

"Isso é crime e precisa ser combatido. O sentimento que mais incomoda é o de impotência. É diferente de quando alguém te agride pessoalmente. Você tem condição de se defender neste caso. Na internet, não tem", disse Edna.

    Access log