Tragédia no Flamengo
Futebol Sobrevivente de incêndio no CT do Flamengo ainda corre risco de morte

Sobrevivente de incêndio no CT do Flamengo ainda corre risco de morte

Um dos três feridos resgatados na tragédia, Jonathan, de 15 anos, teve de 30 a 35% do corpo queimado no fogo que atingiu o alojamento

Sobrevivente de incêndio no CT do Flamengo ainda corre risco de morte

Jonathan ainda corre risco de morte, revela médico

Jonathan ainda corre risco de morte, revela médico

Divulgação

O incêndio que atingiu o centro de treinamento do Flamengo, no Rio, vitimou dez pessoas e feriu três. Entre os sobreviventes, dois estão estáveis e não correm mais perigo. Porém Jonathan Cruz Ventura, que teve de 30 a 35% do corpo queimado, ainda corre risco de morte.

Governo diz que ar-condicionado pode ser causa de incêndio no CT

As informações são da secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch, e do médico Felipe Leite. Segundo Leite, as queimaduras do atleta mais afetado não são tão extensas, mas existe a possibilidade de ocorrer edemas nas vias aéreas.

Ninho do Urubu não tinha laudo final do Corpo de Bombeiros

"O Jonathan, que foi ao centro cirúrgico, foi só para tirar a pele morta, dar um primeiro atendimento e uma proteção. A secretária de saúde já conseguiu uma vaga no hospital de queimados e o hospital é indicado a isso. Ele precisa de um atendimento melhor", relatou. 

"Fla é responsável", diz advogado que atuou no caso da Chape

"As queimaduras dele não são tão extensas. Tinha muita fuligem. Ele foi atingido no dorso, no rosto, e nos membros superiores. Ele chegou consciente ao hospital, mas por conta das vias aéreas nós fizemos uma entubação, porque me dá uma segurança em caso de um edema de via aérea. Foi muito mais por segurança. Ele corre risco de morte, mas está estável. Os outros dois estão estáveis, mas estão indo para outra unidade", detalhou.

Bombeiro confirma atletas de base entre as vítimas no CT do Flamengo

A secretária municipal complementou as informações e garantiu que as próximas 48 horas são essenciais para a recuperação do jovem.

"De fato, são três adolescentes, um terceiro que tem um quadro mais grave. Será transferido para o Pedro II, especializado em queimados. Esse rapaz passou por uma cirurgia de 40 minutos, onde foi feita a limpeza dos ferimentos e curativos. Os outros dois rapazes estão sendo levados a outro hospital por conta de um pedido do Flamengo. O Estado espera que todos se recuperem. O rapaz sofreu 30, 35% do corpo queimado, e as próximas 48h são vitais para o atleta", disse.