Futebol Sem poder levar Bruno Henrique, Benfica encaminha Cebolinha

Sem poder levar Bruno Henrique, Benfica encaminha Cebolinha

Jesus queria Bruno Henrique. Mas Fla dificultou as negociações. A opção B, Everton Cebolinha, está muito avançada. Vende deverá ser fechada em breve

  • Futebol | Do R7

Everton Cebolinha. Grêmio quer vender. Para não repetir o desperdício com Luan

Everton Cebolinha. Grêmio quer vender. Para não repetir o desperdício com Luan

Lucas Uebel/Grêmio FBPA

São Paulo, Brasil

A diretoria do Flamengo ficou ressentida.

Não queria a saída de Jorge Jesus.

Mas não tiveram como evitar a ida ao Benfica.

Abandonou o trabalho na metade da temporada sul-americana e brasileira.

Os dirigentes ficaram mais irritados quando souberam que por indicação sua, Bruno Herique e Gerson estavam sendo cobiçados pelo clube português.

A oferta poderia chegar a 30 milhões de euros, R$ 185 milhões. Mas a cúpula do clube carioca avisou a intermediários que os dois só sairiam por 75 milhões de euros, cerca de R$ 464 milhões.

O Benfica quis saber só o preço de Bruno Henrique.

Ele tem multa rescisória de 50 milhões de euros, R$ 309 milhões. Mas o Flamengo poderia baixar para 30 milhões de euros, cerca de R$ 216 milhões. Nem um euro a menos.

Daí a diretoria do Benfica decidir investir em Everton Cebolinha, jogador que sempre foi admirado por Jorge Jesus.

A pedida inicial do Grêmio foi de 30 milhões de euros, cerca de R$ 185 milhões. O Benfica ofereceu 20 milhões de euros, cerca de R$ 123 milhões.

Depois de muito negociarem, a transação está praticamente fechada.

Por 22 milhões de euros, cerca de R$ 136 milhões.

A preferência de Jorge Jesus era Bruno Henrique. Cebolinha é opção B

A preferência de Jorge Jesus era Bruno Henrique. Cebolinha é opção B

Flamengo

O interesse do Benfica e a disposição de pagar tanto se deve a Jorge Jesus, que, depois de Bruno Henrique, o vê como melhor atacante de explosão pelos lados do Brasil.

Para o clube português, o que está facilitando a transação é o trauma que o clube gaúcho passou com Luan.

Em agosto de 2017, o Spartak Moscou ofereceu 22 milhões de euros por Luan.

Só que, aconselhado por Neymar e Gabriel Jesus, o meia recusou. Seus companheiros de seleção olímpica insistiram que ele esperasse, que chegaria um grande europeu.

Só que nunca chegou.

E o meia foi vendido em 2020 para o Corinthians.

Por 5 milhões de euros, cerca de R$ 30 milhões.

A direção gremista jurou nunca mais passar por situação parecida.

Everton Cebolinha sonhava com Barcelona, Real Madrid, Napoli, Chelsea, Manchester City.

Mas veio o Benfica.

E porque o Flamengo não quis vender Bruno Henrique por menos de 30 milhões de euros.

O Grêmio tem 50% dos direitos de Cebolinha.

O restante está dividido entre o empresário Gilmar Veloz (30%), o Fortaleza (10%) e um investidor (10%).

A multa rescisória de Everton é de 120 milhões de euros, R$ 742 milhões.

Completamente irreal.

Tite fazendo carinho em Everton Cebolinha. Briga com Bruno Henrique pela Seleção

Tite fazendo carinho em Everton Cebolinha. Briga com Bruno Henrique pela Seleção

CBF

O clube gaúcho só tenta receber mais dinheiro.

Ou fazendo Gilmar Veloz ceder parte de sua porcentagem.

Ou garantindo 15% em eventual venda de Everton por parte do Benfica.

A situação deverá ser resolvida nas próximas horas.

Com enorme chance de Everton ir embora...

Quem são os garotos que levaram Corinthians e Palmeiras à decisão?

Últimas