Campeonato Brasileiro

Futebol São Paulo vence Palmeiras e respira longe da zona de rebaixamento

São Paulo vence Palmeiras e respira longe da zona de rebaixamento

Gabriel Sara e Luciano marcaram os gols que fizeram o time abrir cinco pontos do Bahia, que abre o Z4 do Campeonato Brasileiro

  • Futebol | André Avelar, do R7

O torcedor do São Paulo estava ressabiado com o clássico desta quarta-feira (17), contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Depois de uma ótima apresentação pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time pôde comemorar a vitória por 2 a 0 sobre o rival e contabilizar mais um passo importantíssimo na luta para fugir da ameaça de rebaixamento à Série B.

O risco de cair pela primeira vez ainda é real, mas o resultado deixou o São Paulo com 41 pontos, cinco a mais que o Bahia, que abre a zona de rebaixamento, o Z4, mas ainda joga na rodada — enfrenta o Sport nesta quinta, na Arena Pernambuco. O Palmeiras se manteve com 58 pontos, 13 a menos que o líder Atlético-MG.

Atacante Luciano, que não marcava há 11 partidas, fez o segundo gol do São Paulo

Atacante Luciano, que não marcava há 11 partidas, fez o segundo gol do São Paulo

Carla Carniel/Reuters - 17.11.2021

De olho na final da Libertadores, daqui a dez dias, contra o Flamengo, o técnico Abel Ferreira mandou praticamente a equipe reserva a campo — apenas com o goleiro Weverton do time titular. Do outro lado, Rogério Ceni aproveitou o retorno de jogadores lesionados, como o meia Gabriel Sara, para escalar o que tinha de melhor.

O gol do São Paulo nasceu de um chutão do goleiro Tiago Volpi. Aos 23 minutos, Luciano conseguiu desviar a bola e deixar o próprio Gabriel Sara com o campo aberto para avançar, limpar a marcação de Patrick de Paula e acertar um belo chute de fora da área, sem chances para Weverton.

Na volta do intervalo, o Tricolor continuou com maior ofensividade e foi beneficiado aos 15 minutos. Patrick de Paula se atrapalhou na saída de bola, Luciano roubou e avançou sozinho e chutou para marcar o segundo dos visitantes. Foi o primeiro gol do atacante depois de 11 partidas.

Os tantos gols perdidos pelos são-paulinos foram a senha para o treinador palmeirense acreditar que era possível pelo menos o empate. De uma só vez, os titulares Rony, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga entraram na partida. O time ganhou em produtividade, mas a reação não surtiu efeito no placar, para a decepção dos 35 mil presentes no estádio. Gabriel Sara ainda marcou o terceiro no último minuto, mas a arbitragem marcou impedimento.

O Palmeiras voltará a jogar pelo Brasileirão já no sábado, contra o Fortaleza, no Castelão. Já o São Paulo, jogará pela 34ª rodada só na próxima quarta, contra o Athletico Paranaense, no Morumbi.

Palmeiras x São Paulo

Data: 17 de Novembro de 2021, quarta-feira
Horário: 20h30 (horário de Brasília);
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Cartões Amarelos: Patrick de Paula (PAL), Vitor Bueno, Eder (SAO)
Gols: Gabriel Sara (0-1) (23'/1ºT), Luciano (0-2) (15'/2ºT)
Público/Renda: 35.570 torcedores / R$ 2.460.171,02

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Kuscevic e Jorge; Matheus Fernandes (Raphael Veiga, aos 22'/2ºT), Danilo e Patrick de Paula (Zé Rafael, aos 30'2ºT); Breno Lopes (Gustavo Scarpa, aos 22'/2ºT), William (Wesley, aos 18'/2ºT) e Luiz Adriano (Rony, aos 22'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

SÃO PAULO: Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Miranda e Reinaldo (Léo, aos 32'/2ºT); Nestor (Gabriel, aos 27'2ºT), Gabriel Sara, Igor Gomes e Vitor Bueno (Marquinhos, aos 12'/2ºT); Rigoni (Eder, aos 32'/2ºT) e Luciano (Benítez, aos 32'/2ºT). Técnico: Rogério Ceni

Diego Souza se torna 7º maior artilheiro do Brasileirão; veja a lista

Últimas