Corinthians

Futebol São Paulo vence Corinthians e assume vice-liderança do Brasileiro

São Paulo vence Corinthians e assume vice-liderança do Brasileiro

Vitória por 2 a 1 ocorreu no fim, com gol de Brenner, em jogada de dois jovens vindos da base; Corinthians ainda não conseguiu deslanchar

  • Futebol | Eugenio Goussinsky, do R7

Jô disputa bola com o zagueiro Léo

Jô disputa bola com o zagueiro Léo

Marcello Zambrano/Agência Estado/30-08-20

O São Paulo venceu o Corinthians por 2 a 1 neste domingo (30), no Morumbi, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com um jogo a mais do que o Vasco, que está em terceiro com 10 pontos, três a menos do que o Tricolor paulista.

Leia mais: Andrés provoca antigos parceiros do Corinthians por nome da Arena

Foi a terceira vitória seguida da equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz, que vinha sendo pressionado e, buscando soluções, conseguiu reverter a situação do São Paulo neste momento.

Com o resultado, a pressão maior recai sobre o técnico Tiago Nunes que, apesar de mostrar conhecimento, não tem conseguido fazer o Corinthians deslanchar. A equipe ocupa a zona de baixo na tabela de classificação.

O jogo foi resolvido por duas revelações do São Paulo, que entraram no segundo tempo. Aos 46 do segundo tempo, Toró dribla e cruza para Brenner fazer o gol da vitória. Antes, Hernanes, de falta, abriu o placar e Ramiro, na única jogada efetiva do Corinthians, empatou no primeiro tempo.

O jogo

O São Paulo buscou marcar sob pressão no início do jogo. O Corinthians, no entanto, com um meio-campo mais compacto, conseguia articular algumas jogadas, chegando ao ataque, mas sem finalizar.

Com a bola, porém, o time do São Paulo tinha dificuldades em articular jogadas, apesar de maior posse. Somente aos 9, Gabriel Sara cruzou e Avelar colocou para escanteio, por precaução. 

Aos 12, porém, em falta de Léo Natel, que recuava pela esquerda, Hernanes cobrou e fez 1 a 0, chutando com efeito no meio do gol. Cássio falhou.

Em desvantagem, o Corinthians tentou tocar a bola mas o São Paulo, com movimentação, recuperava e tentava sair em velocidade.

Araos buscava abrir espaço mas não conseguia organizar as triangulações, com Tchê Tchê e Hernanes fechando a marcação.

Com Ramiro fixo na direita, faltava criação. Restavam algumas tentativas com passes longos, como o de Sidcley, que, aos 26 minutos, encontrou Jô, cuja finalização foi fraca. Em seguida, Cássio defendeu chute de Gabriel Sara.

Aos 35, o posicionamento de Ramiro deu certo e ele aproveitou espaço deixado por Liziero e, com o Corinthians tendo mais posse de bola, e em velocidade, chutou fraco, no canto de Tiago Volpi, fazendo 1 a 1.

Àquela altura, o Corinthians controlava mais as ações, fechando-se bem e evitando a movimentação do São Paulo que, com os atacantes muito recuados, não criou chances até o fim do primeiro tempo.

Segundo tempo

Na etapa final, o Corinthians voltou com Luan no lugar de Araos, na tentativa de dar maior criatividade à equipe. Mas o São Paulo voltou com maior iniciativa e, aos 4, Pablo toca de cabeça e Cássio alcança a bola no canto.

O Corinthians ficou mais recuado e só voltou a trocar passes aos 10. Não conseguia, porém, criar chances.

Igor Gomes e Brenner entraram no lugar de Gabriel Sara e Paulinho Bóia no São Paulo. Em seguida, Gustavo Silva e Otero, que estreava no Corinthians, substituíram Leo Natel e Cantillo.

A partida ficou mais aberta, com Gustavo Silva entrando bem e criando chances pela direita, como aos 30, quando chutou em diagonal em velocidade, para defesa de Tiago Volpi. Mas no fim, com as entradas de Toró e Brenner, o São Paulo definiu, com Brenner fazendo, de cabeça, 2 a 1.

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta, fora de casa, o Goiás, na quarta-feira (2), às 19h15. Já o São Paulo visita o Atlético-MG, na quinta-feira (3), às 20h.

Veja quem são os brasileiros entre as 50 grandes promessas de 2020

Últimas