Campeonato Brasileiro

Futebol São Paulo vacila, leva empate da Chapecoense e segue sem embalar

São Paulo vacila, leva empate da Chapecoense e segue sem embalar

Tricolor teve domínio do jogo e abriu o placar com Rigoni, mas perdeu boas chances e acabou penalizado nos minutos finais

  • Futebol | Felippe Scozzafave, do R7

São Paulo teve o domínio do jogo, mas vacilou e levou empate da Chapecoense

São Paulo teve o domínio do jogo, mas vacilou e levou empate da Chapecoense

DINHO ZANOTTO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO 03.10.21

O São Paulo segue sem embalar no Brasileirão. Neste domingo (3), o time até saiu na frente, em belo gol de Rigoni, mas levou empate da Chapecoense, lanterna da competição, e continua rondando as últimas colocações.

Agora, o time soma 28 pontos, na 13ª posição. A Chape, com 11, segue afundada na última posição.

Pela 24ª rodada, já no meio de semana, enquanto os catarinenses jogam na quarta, contra o líder Atlético-MG, os paulistas fazem o clássico com o Santos no dia seguinte.

São Paulo tem a bola, mas cria pouco
Desde os primeiros minutos, estava claro o desenho do jogo. O São Paulo, com o total domínio da bola, tinha dificuldade em criar boas chances. Tanto é que até o gol, aos 35 minutos, o duelo estava bastante sem emoção.

Rigoni marca, mas perde ótima chance
Até que Liziero fez boa jogada e a bola sobrou para Rigoni chutar forte da entrada da área e marcar um belo gol.

O jogo esquentou. Aos 40, por pouco Anselmo Ramon não empatou e, no lance seguinte, a Chape só não levou o segundo por preciosismo de Rigoni. Sozinho em contra-ataque, o argentino tentou a cavadinha na saída do goleiro e mandou para fora.

Arena Condá recebeu torcedores pela 1ª vez

Arena Condá recebeu torcedores pela 1ª vez

TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO 03.10.21

O primeiro bom momento do segundo tempo foi do time da casa. Tiago Volpi saiu mal do gol e Mike cabeceou. A bola desviou na zaga e foi para fora.

Quem não faz...
Aos 17, o São Paulo encaixou contra-ataque e Luciano deu passe na medida para Rigoni, que mais uma vez chutou para fora.

Dez minutos mais tarde, Luciano serviu Calleri, que havia acabado de entrar, e o argentino por pouco não fez o seu primeiro gol no retorno ao clube.

Toma
E, se o São Paulo não aproveitou suas chances, a Chapecoense sim. Aos 30, Denner fez ótima tabela com Geuvânio e mandou para a área. A zaga rebateu, e o volante cruzou na medida para Mike, que deixou tudo igual.

O empate deixou o jogo aberto. Aos 40, Calleri balançou as redes, mas foi flagrado em posição de impedimento e o gol foi anulado. Pouco depois, o argentino voltou a ter boa chance, mas parou no goleiro Keiller. Final de jogo e tudo igual em Chapecó!

Chapecoense 1 x 1 São Paulo

Competição: Campeonato Brasileiro, 23ª rodada
Data: 03/10/2021 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó-SC
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)
Amarelos: Léo Gomes; Galeano. Gols: Rigoni (aos 35'/1ºT) para o São Paulo; Mike (aos 30'/2ºT) para a Chapecoense
Chapecoense: Keiller; Matheus, Kadu, Derlan e Busanello; Alan Santos (Renê Junior), Léo Gomes (Ronei), Denner e Mike; Anselmo Ramon (Rodriguinho) e Bruno Silva (Geuvânio). Técnico: Dino Camargo
São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Galeano (Igor Gomes), Liziero (Luan), Nestor, Luciano e Welington (Marquinhos); Rigoni e Eder (Calleri). Técnico: Hernán Crespo

Sem estádio, Mundial ou Copa do Brasil: piadas persistem no futebol

Últimas