Futebol São Paulo sofre com VAR e empata com o Palmeiras no Brasileiro

São Paulo sofre com VAR e empata com o Palmeiras no Brasileiro

Tricolor teve um pênalti e dois gols anulados no Morumbi — o último com muita polêmica —, após revisões do árbitro de vídeo

  • Futebol | Pietro Otsuka, do R7

São Paulo e Palmeiras ficam só no empate pelo Brasileirão

São Paulo e Palmeiras ficam só no empate pelo Brasileirão

VAN CAMPOS/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO - 31/07/2021

São Paulo e Palmeiras empataram neste sábado (31), no Morumbi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor sofreu com a interferência do VAR e teve dois gols e um pênalti anulados após revisão do árbitro de vídeo. Mesmo com o empate, a equipe de Hernán Crespo consegue escapar momentaneamente da zona de rebaixamento.

A partida prometia ser um verdadeiro jogo de xadrez. As duas equipes, treinadas por técnicos estrangeiros, fizeram um duelo tático interessante, mas com vantagem para o São Paulo, que foi melhor ao longo dos primeiros 45 minutos. O Tricolor ia bem pela esquerda, buscando a velocidade de Marquinhos em cima de Felipe Melo e Marcos Rocha. 

O jovem jogador do São Paulo infernizou a vida dos defensores alviverdes e teve boa chance de abrir o placar, mas na hora de chutar acabou mandando muito mal. Ficou até a dúvida se foi uma tentativa de cruzamento, pois a bola sequer teve como destino o gol. O Palmeiras respondeu de acordo com suas caractéristicas, explorando a velocidade do contragolpe a partir do pivô de Deyverson. 

E foi o atacante que criou a melhor chance da equipe de Abel Ferreira na etapa inicial. Depois de chutão de Renan, Deyverson ganhou de três marcadores do São Paulo e tentou uma finalização por cobertura, mas Tiago Volpi estava atento e desviou para escanteio.

VAR protagonista

VAR foi muito acionado no 1º tempo do Choque-Rei

VAR foi muito acionado no 1º tempo do Choque-Rei

CAIO HENRIQUE/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO - 31/07/2021

O Tricolor até chegou a abrir o placar, com Rigoni, grande destaque da equipe, mas o lance foi anulado. Rodrigo Nestor fez bom lançamento para o atacante argentino, que matou no peito e tocou na saída de Weverton. O bandeirinha assinalou o impedimento e a jogada irregular foi confirmada após revisão do VAR. 

O árbitro de vídeo entrou em ação mais uma vez quase que na sequência, novamente em lance envolvendo Marquinhos. Felipe Melo errou o tempo de bola e ela ficou oferecida para o atacante fazer o gol, mas antes da finalização o jogador foi derrubado por Gustavo Gómez e o juiz apontou para a marca da cal. O lance, no entanto, foi revisado pelo VAR e o árbitro voltou atrás na decisão de campo.

Na volta do intervalo, o ímpeto das duas equipes diminuiu. A segunda etapa foi bem menos movimentada que a primeira, com raras chances de perigo e nenhuma oportunidade clara de gol. O Palmeiras seguia se defendendo no campo de defesa e o São Paulo tinha maior posse de bola, mas o jogo foi muito parado por faltas, o que comprometia o desenrolar da partida.

Com o jogo travado pelo chão, o gol só podia sair pelo alto, e foi o que aconteceu. Em bola alçada na área por Reinaldo, Gustavo Gómez deu um peixinho para tirar, mas acabou desviando contra o próprio gol.

O lance ficou em revisão por mais de cinco minutos até ser anulado pelo árbitro, que mostrou muita insegurança na marcação, tendo ido e voltado algumas vezes ao monitor. Na interpretação do juiz, Miranda, que estava em posição irregular, participa da jogada mesmo sem tocar na bola. 

Próximos confrontos

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira (4), às 21h30, para enfrentar o Vasco, em São Januário, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Palmeiras terá a semana livre para trabalhar e encara o Fortaleza, no Allianz Parque, no próximo sábado (7), às 21h. 

Dia 8: Em jogo histórico, Brasil ganha bronze no tênis

Últimas