Campeonato Brasileiro

Futebol São Paulo empata com Athletico-PR e ainda se preocupa com queda

São Paulo empata com Athletico-PR e ainda se preocupa com queda

Times alcançaram 42 pontos, mas ainda não se veem inteiramente livres do rebaixamento para Série B do Campeonato Brasileiro

  • Futebol | André Avelar, do R7

Antes da partida desta quarta-feira (24), Rogério Ceni falava em “ressarcir o torcedor” que assistiu à última derrota da equipe no Morumbi. A apresentação do São Paulo, desta vez, foi razoável, mas ficou no empate sem gols contra o Athletico Paranaense, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor ainda não se vê livre de vez da zona de rebaixamento do Brasileirão, com 42 pontos, na 14ª posição. O campeão da Copa Sul-Americana e finalista da Copa do Brasil também não está na mais tranquila das situações, também com 42 pontos, mas na 12ª colocação.

Rigoni perdeu a melhor oportunidade de marcar no São Paulo x Athletico

Rigoni perdeu a melhor oportunidade de marcar no São Paulo x Athletico

Divulgação/São Paulo - 24.11.2021

Ceni se referia à goleada sofrida para o Flamengo (4 a 0), que deixou o torcedor ressabiado apesar dos 43 mil presentes nesta noite no estádio na zona sul da capital. Por isso, os jogadores trataram de criar boas oportunidades logo no primeiro tempo. Gabriel Sara, Rigoni e Calleri exigiram boas defesas do goleiro Santos, mas nada de gol.

No lance mais polêmico da partida, Reinaldo deixou as travas da chuteira no tornozelo de Renato Kayzer, aos 13 minutos. O lateral-esquerdo recebeu cartão amarelo, e o atacante teve de ser substituído, com muitas dores.

Com um time bem armado, Alberto Valentim tratou de organizar melhor seus jogadores em campo. O time do artilheiro Nikão até chegou a criar boas oportunidades, mas ficou Rigoni quem desperdiçou a melhor chance da partida. Os minutos finais, até pela situação das equipes na tabela, foi mais truncado. A impressão, no entanto, é que o visitante aceitou melhor o resultado.

O próximo compromisso do São Paulo será contra o Sport, também no Morumbi, no sábado. No dia seguinte, o Athletico enfrentará o Corinthians, na Neo Química Arena, de novo em São Paulo — a primeira partida da final da Copa do Brasil acontece só em 12 do mês que vem, contra o Atlético-MG, no Mineirão.

São Paulo x Athletico

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 24/11/2021, às 21h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões Amarelos: Reinaldo, Calleri, Léo (SAO), Santos, Marcinho (CAP)
Público/Renda: 43.391 torcedores / R$ 1.099.010,00

SÃO PAULO: Volpi; Igor Vinicius (Orejuela, aos 37'/2ºT), Arboleda, Miranda e Reinaldo (Léo, Intervalo); Rodrigo Nestor (Vitor Bueno, aos 36'/2ºT), Igor Gomes e Gabriel Sara; Marquinhos (Benítez, Intervalo), Rigoni e Calleri (Pablo, aos 14'/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.

ATHLETICO-PR: Santos; Pedro Henrique (Zé Ivaldo, aos 15'/2ºT), Thiago Heleno e Nico Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Bisolli, aos 26'/2ºT), e Abner Vinícius (Nicolas, aos 26'/2ºT); Nikão, Terans (Christian, Intervalo) e Renato Kayzer (Pedro Rocha, aos 24'/1ºT). Técnico: Alberto Valentim.

Flamengo e Palmeiras chegam ao Uruguai para final da Libertadores

Últimas