Futebol São Paulo diz que honraria a Richarlyson virá mesmo sem Muller

São Paulo diz que honraria a Richarlyson virá mesmo sem Muller

Responsável por Caminho dos Campeões, no Morumbi, diz que volante estará ao lado de Getúlio, Gilberto Sorriso e Dagoberto

  • Futebol | Felippe Scozzafave, do R7, e Mauro Junior, da Record TV

Richarlyson foi tricampeão brasileiro com a camisa do São Paulo

Richarlyson foi tricampeão brasileiro com a camisa do São Paulo

EFE/Sebastião Moreira 25.11.07

Durante a semana, na apresentação de Eder pelo São Paulo, o ex-atacante Muller reacendeu uma polêmica. O herói do bicampeonato mundial, em 1993, entre outros títulos, pediu publicamente a inclusão do nome de Richarlyson no "Caminho dos Campeões", uma espécie de Calçada da Fama, idealizada para homenagear os grandes ídolos do clube do Morumbi.

Porém, o pedido, apesar de bem intencionado, não passou de um mal-entendido. Isso porque a inclusão do volante, campeão mundial em 2005 e brasileiro em 2006, 2007 e 2008, na verdade já estava oficializada. Quem garante isso é Homero Bellintani Filho, diretor de responsabilidade social do São Paulo.

"O Muller entrou acho que sem saber das coisas. O Richarlyson já estava na primeira etapa do projeto. Mas aqui existe um conselho de aprovação. E optamos por lançar com 99 nomes, para depois incluirmos mais 51, e totalizar 150. O Muller foi infeliz nesse pedido dele, e o Richarlyson no agradecimento também. Achei desnecessária aquela publicidade. Só serviu para colocá-lo na mídia. Mas as pessoas que realmente lutaram por ele, não foram reconhecidas. Eu fui o que mais tentei a inclusão do Richarlyson. E o idealizador do Caminho dos Campeões foi o Itajiba Francês", disse Homero.

De acordo com o diretor, o projeto inicialmente contava com 300 nomes, e o critério de inclusão eram os campeões pelo clube. Richarlyson, um dos maiores vencedores recentes na equipe, claro, não poderia ficar de fora: "Eu acredito que ele ficou chateado, e eu até dou razão a ele. Assim como ídolos como Getúlio, Gilberto Sorriso e Dagoberto também devem ter ficado chateados. Mas não houve ma fé de ninguém. Apenas uma falta de comunicação. E todos esses, além deoutros jogadores, serão incluídos nessa segunda etapa."

Estrela do jogador está pronta

Estrela do jogador está pronta

Reprodução

Homero garante que o Caminho dos Campeões, lançado em 2018, já teria a inclusão de novos nomes se não fossem alguns imprevistos. A pandemia do novo coronavírus, no entanto, foi uma das responsáveis pelo atraso na segunda etapa das homenagens. "Está tudo está preparado para o lançamento. Acho que o Muller não sabia que iriam ser acrescentadas essas novas estrelas. Mas só para esclarecer: o nome do Richarlyson não vai ser incluído por causa do pedido do Muller. Isso já estava decidido. Tanto é que as novas estrelas já estão na rampa do Morumbi. Só não foram instaladas e lançadas ainda por conta da pandemia", finalizou o dirigente.

Abel volta ao Brasil em avião de R$ 330 mi de parceira do Palmeiras

Últimas