Copa São Paulo
Futebol São Paulo cede o empate, mas leva o tetra da Copinha nos pênaltis

São Paulo cede o empate, mas leva o tetra da Copinha nos pênaltis

O Tricolor saiu na frente com gols de Gabriel Novaes e Antony, o Vasco até conseguiu empate heroico, mas perdeu nos penais

São Paulo vence o Vasco e ganha a Copinha

A chuva tentou atrapalhar, mas os dois times fizeram bom jogo

A chuva tentou atrapalhar, mas os dois times fizeram bom jogo

Estadão Conteúdo/Léo Pinheiro

O São Paulo levou o tetra da Copinha em partida disputada no Pacaembu, nesta sexta-feira (25). A partida começou fácil, com o tricolor abrindo 2 x 0. O Vasco chegou a empatar e ameaçar a virada, mas perdeu nos pênaltis, com três erros nas cobranças.

O jogo não começou fácil para nenhum dos dois times, que tinham campanhas sólidas. Truncado no meio-campo, as grandes chances dos dois lados ocorriam quando os laterais e pontas abriam o campo forçavam jogadas pelos lados.

A melhor chance do São Paulo no início do jogo foi um quase golaço de Gabriel Novaes aos 16 minutos. Ele recebeu uma bola de Paulinho, passou por dois marcadores, mas chutou por cima do gol.

LEIA TAMBÉM: Carecas, são-paulinos homenageiam Larissa na final da Copinha

A chuva caindo tornou o jogo ainda mais pegado. O campo molhado dificultou a estratégia das duas equipes de sempre tocar muito a bola. A saída geralmente envolvia subir a marcação e pressionar os zagueiros enquanto trocavam passes.

Aos 38, Gabriel Novaes recebe ótimo cruzamento de Antony pela direita e de cabeça abre o placar para o Tricolor no Pacaembú, se firmando como artilheiro da competição. Seria o ápice do primeiro tempo.

No segundo tempo, os dois times voltaram com um nível técnico melhor. Mais uma vez, o Tricolor estava melhor.

Aos 7 minutos, Antony recebe lançamento, ganha da defesa e toca por baixo do goleiro. O 2 x 0 dava a impressão que bastava administrar o jogo para levar o título.

Engano! O Vasco perdeu duas chances claras antes dos 15 minutos, primeiro em um chute fraco de Linnick e depois Caio Lopes, que errou o arremate.

EMPATE

Aos 30 minutos, o gol. De falta, Lucas Santos fez um golaço. A bola ainda bateu no travessão antes de morrer nas redes.

O time carioca seguiu aproveitando erros do Tricolor. Tiago Reis recebeu cruzamento, e a zaga assistiu de camarote segundo o gol vascaíno, aos 38 minutos.

Nos próximos minutos, os cariocas até ameaçaram uma virada, mas o juiz apitou e a partida foi para os penais.

O Tricolor levou o título após erros da cobrança de Tiago Reis, Gabriel Noronhões e Riquelme para o lado vascaíno, e Marcos Júnior para o São Paulo. O goleiro Thiago Couto, do São Paulo, se destacou novamente em decisões de penais, com duas boas defesas.