Futebol São Paulo busca reação contra embalado Palmeiras

São Paulo busca reação contra embalado Palmeiras

Finalistas do Estadual de 2021, equipes vivem momento totalmente diferente e se enfrentam pelo Brasileiro, neste sábado, às 19h

Agência Estado - Esportes
Rigoni deverá ser escalado no ataque por Crespo

Rigoni deverá ser escalado no ataque por Crespo

Marcelo Endelli/EFE/20-07-21

Uma montanha russa com direito a subidas íngremes e também quedas de tirar o fôlego. Assim pode ser resumida a trajetória de São Paulo e Palmeiras, que se enfrentam neste sábado, às 19h no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, neste ano de 2021.

Finalistas do Campeonato Estadual no primeiro semestre, a dupla paulista vive agora um momento totalmente diferente em seu departamento de futebol. Campeão regional com méritos, a equipe do Morumbi hoje amarga a zona do rebaixamento. Já os palmeirenses, que perderam três títulos nos primeiros seis meses do ano, administram com folga a tabela do Nacional.

Os 20 pontos que separam o líder Palmeiras do 17º colocado São Paulo tem ainda ingredientes interessantes que ajudam a esquentar o jogo. Apesar de obter a nona vitória seguida à frente do seu time, o técnico Abel Ferreira tem, no adversário desta noite, uma pedra no sapato.

A equipe tricolor é a única das grandes do estado que ainda não foi derrotada pelo treinador português. Esse duelo particular mostra que nos quatro jogos feitos até aqui, o São Paulo venceu duas vezes e ainda colecionou dois empates.

Pelo lado são-paulino, o drama acontece na oscilação que insiste em acompanhar o grupo neste segundo semestre e impede uma retomada. Depois de arrancar uma classificação heroica na Argentina pelas oitavas de final da Libertadores, a equipe do Morumbi perdeu o rumo no Maracanã e voltou com um 5 a 1 na bagagem.

A vitória no meio de semana sobre o Vasco, pela Copa do Brasil, deu um alento ao momento conturbado, mas diante do líder, toda prudência é necessária.

Os números também apontam um desempenho preocupante. Enquanto o Palmeiras empilha vitórias em sequência no torneio, o São Paulo tem um aproveitamento de apenas 28,2%. Em 13 jogos, a equipe só venceu o Internacional e o Bahia.

Às voltas com seguidos problemas de desfalque, Crespo ganhou mais uma dor de cabeça para o clássico. O zagueiro Arboleda sofreu uma contratura na coxa direita e está fora. Bruno Alves, seu substituto natural, entra para compor a zaga. No meio-campo, Crespo não vai poder contar com Benítez, que cumpre suspensão. Assim, Gabriel Sara fica com a vaga.

Fora dos trabalhos de campo nesta sexta-feira, Luciano fez tratamento no departamento médico e mais uma vez deve ser ausência. A tendência é que o ataque novamente seja formado por Rigoni e Pablo.

A equipe, que vem de duas derrotas na competição, espera, no clássico, reverter essa situação e assim conter a queda livre que o mantém nas últimas colocações.

Palmeiras

Ao contrário do rival, o Palmeiras segue sua subida desenfreada. Com três pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG, o treinador português praticamente não tem problemas para mandar sua equipe a campo no Morumbi.

Recuperado de um edema na panturrilha, o zagueiro Luan deve ser relacionado. No entanto, Felipe Melo segue formando a zaga ao lado de Gustavo Gómez. Ainda em fase de transição, Rony vai ganhar ainda mais uns dias de descanso. O ataque terá Wesley e Deyverson.

Além das necessidades distintas que cada equipe carrega em função de suas campanhas, o clássico vale ainda como um aperitivo para o que está por vir, já que São Paulo e Palmeiras vão duelar nas quartas de final da mais importante competição do continente: a Libertadores. E o primeiro confronto está marcado para daqui a duas semanas.

Veja clubes que mais valorizaram seus elencos no futebol brasileiro

Últimas