Futebol Santos e São Paulo empatam em 1 a 1 na 33ª rodada do Brasileiro

Santos e São Paulo empatam em 1 a 1 na 33ª rodada do Brasileiro

Peixe sai na frente com Carlos Sánchez, de pênalti, mas não mata partida no primeiro tempo e cede empate ao Tricolor, que marcou com Daniel Alves

Reinaldo e Carlos Sánchez na disputa do clássico na Vila Belmiro

Reinaldo e Carlos Sánchez na disputa do clássico na Vila Belmiro

Luis Moura/Estadão Conteúdo - 16.11.2019

Santos e São Paulo empataram em 1 a 1, na tarde deste sábado (16), na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Brasileiro. O Peixe dominou o primeiro tempo, mas só marcou uma vez com Carlos Sánchez. Já a segunda etapa o controle foi do Tricolor, que empatou com Daniel Alves. 

Com o resultado, o time do litoral paulista segue em terceiro lugar na competição, com 65 pontos ganhos. Com 53 pontos, o clube da capital se mantém na quinta posição da tabela. 

O presidente Jair Bolsonaro aceitou o convite de Carlos Peres e assistiu ao clássico uniformizado com a camisa do Peixe, no camarote do presidente do time do litoral paulista. 

Gol rápido

Antes mesmo que os dois times pudessem entrar de verdade no jogo, saiu o primeiro gol da partida. Aos 6 minutos, Evandro recebeu bola na área, Arboleda chegou atrasado e cometeu a falta. Carlos Sánchez cobrou o pênalti e fez 1 a 0 para o Santos. 

O uruguaio é o artilheiro do Peixe no Brasileiro, com nove gols feitos. 

Depois do gol, o clássico ficou morno, sem nenhum dos dois times chegarem com perigo à defesa adversária. Até que nos últimos 15 minutos do primeiro tempo, o Santos dominou o São Paulo e conseguiu três chances reais de gols.

A primeira foi aos 33. Thiago Volpi saiu errado e quase Carlos Sánchez fez o segundo por cobertura. 

Aos 42 minutos, foi Evandro quem chutou por cima do gol, depois que recebeu a bola de Eduardo Sasha. Já nos acréscimos, Jorge chutou cruzado, mas saiu fraquinho para fora. 

O Tricolor passou todo o primeiro tempo sem dar nenhum trabalho ao goleiro Everson.

Segundo tempo

O time Jorge Sampoli voltou do intervalo com a mesma proposta da primeira etapa, no ataque. Logo aos 7 minutos, Jorge fez boa jogada, mas se atrapalha e tropeça na bola. A sobra ficou para Eduardo Sascha que chutou na esquerda e Thiago Volpi fez uma grande defesa. 

A conta dos gols que o Santos não fez chegou aos 9 minutos. No contra-ataque, Vitor Bueno recebeu, se livrou de Sánchez e cruzou para Daniel Alves chegar sozinho e empatar para o São Paulo. 

Foi o segundo marcado pelo lateral-direito desde que voltou ao Brasil no meio do ano. 

Reação são-paulina

O empate deu força para o Tricolor dominar o meio-campo e controlar a partida. Pablo foi o destaque do time da capital e perdeu duas chances da virada, que pararam na mão de Everson, goleiro santista. 

Aos 36 minutos, Reinaldo cruzou na área, após confusão na área a bola ficou para Arboleda, que bateu forte, mas Victor Ferraz tirou.

Aos 42 minutos, Daniel Alves cruzou para Bruno Alves, que tocou para Igor Gomes tentar de cabeça. Everson espalmou para escanteio.

A única chance do Santos no segundo tempo foi com Carlos Sánchez. Ele roubou a bola, arrancou pela direita e tentou por cobertura. Thiago Volpi se esticou todo e defendeu. 

Próximos passos

Na 34ª rodada o recebe o Cruzeiro, na Vila Belmiro, sábado, às 21h. Já o São Paulo enfrenta o Ceará, na Arena Castelão, domingo, às 19h.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data-hora: 16/11/19, às 17h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Quarto árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Observador de VAR: Jose Antônio Chaves Franco Filho (SP)
Gramado: Ótimo
Público e renda: 14.062 torcedores e R$ 602.192,50
Cartões amarelos: Felipe Jonatan (SAN); Bruno Alves, Vitor Bueno, Pablo (SAO)
Cartão vermelhos: não houve.

Gols: Carlos Sánchez 7'2ºT (1-0), Daniel Alves 9'2ºT (1-1)

Santos: ​Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison Jean Mota, 40'/2ºT), Carlos Sánchez e Evandro (Tailson, 21'/2ºT); Marinho, Felipe Jonatan (Diego Pituca, 12'/2ºT) e Eduardo Sasha Técnico: Jorge Sampaoli.

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Liziero, intervalo), Tchê Tchê e Igor Gomes; Daniel Alves (Gabriel Sara, 44'/2ºT), Vitor Bueno e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Eles podem render muita grana! Veja quanto valem joias do seu time