Futebol Saída de Abel Braga surpreendeu elenco e diretoria do Fluminense

Saída de Abel Braga surpreendeu elenco e diretoria do Fluminense

Campeão carioca, técnico de 69 anos pediu demissão do comando do Tricolor das Laranjeiras nesta quinta-feira (28)

  • Futebol | Do Live Futebol Br

Abel Braga e Germán Cano em comemoração da conquista do Campeonato Carioca

Abel Braga e Germán Cano em comemoração da conquista do Campeonato Carioca

LEONARDO BRASIL/ FLUMINENSE FC

Mesmo com a pressão da torcida por resultados e atuações mais convincentes, o pedido de demissão do técnico Abel Braga na manhã desta quinta-feira (28) surpreendeu os jogadores e a diretoria do Fluminense, visto que o próprio comandante havia declarado que a decisão por sua saída não dependia dele, e sim da diretoria.

Internamente, a permanência do treinador era tida como certa, muito por conta de sua capacidade de gerir e ajudar a blindar os jogadores, além dos feitos que entregou no começo do ano, com a conquista do Cariocão e a sequência de 12 vitórias.

"Isso [sobre deixar o cargo] tem que perguntar para o presidente. Estou em um clube que eu amo, adoro. Se eu não me sentir feliz... não estou mais querendo me conhecer, não preciso disso. Já conheço muito a vida. O que eu quero mais nesse momento é ser feliz", afirmou em entrevista coletiva recente.

Líderes do elenco, como Fred, Fábio, Ganso e Nino, já haviam saído em defesa do técnico depois das partidas em que foram vaiados, quando o nome de Abel era o principal alvo vindo das arquibancadas. Como forma de apoio, o elenco tentava dividir a carga do peso que era jogado sobre o treinador.

Em 2018, em sua penúltima passagem pelo Fluzão, o técnico também pediu para deixar o clube. Porém, a situação era outra, com fatores como a saída de jogadores, promessas não cumpridas e um ambiente pesado de salário atrasado, impulsionando o pedido de demissão.

Cruzeiro vai construir arena? Veja os projetos de novos estádios dos clubes brasileiros

Últimas