Reencontro de São Paulo com Ceni é paralisado após invasão de insetos

Animais tomaram conta de uma das bandeiras de escanteio e fizeram a partida ficar parada por alguns minutos até que eles fossem tirados de lá

Insetos tomaram bandeira de escanteio durante jogo no Pacaembu

Insetos tomaram bandeira de escanteio durante jogo no Pacaembu

Reprodução/Twitter @SCIPC1909

Um fato curioso chamou atenção no primeiro tempo do jogo entre São Paulo e Fortaleza, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado, no Pacaembu. Isso porque um enxame de insetos tomou conta de uma das bandeirinhas de escanteio e obrigou o árbitro Diego Pombo Lopez a paralisar o jogo por cerca de cinco minutos.

Na marca de 25 minutos, Daniel Alves se aproximou da bandeirinha para bater um escanteio para o São Paulo e percebeu que muitos insetos estavam no local. De início se achou que se tratavam de abelhas, mas deois o delegado responsável pela aprtida informou que se tratavam de vespas.

Após um longo período de indefinição do que aconteceria, o zagueiro Jackson, do Fortaleza, se aproximou da bandeira e a tirou.

Depois disso, mais um tempo de espera, já que o jogo não poderia se reiniciar sem a bandeira de escanteio. Para conter o enxame, foi utilizado um extintor de incêndio. So depois de tudo isso é que a bola voltou a rolar.

O curioso que é a segunda vez que insetos atrapalham um jogo do Fortaleza. No duelo com o Internacional, algum tempo atrás, a partida teve seu início atrasado em 20 minutos para que abelhas fossem retiradas e o problema fosse resolvido.

O confronto entre São Paulo e Fortaleza é o primeiro encontro do técnico Rogério Ceni na capital paulista com o clube em que foi ídolo.

Gol de Neymar, Liverpool 100% e zebras: o melhor do futebol europeu