Presidente indica sucessor no Criciúma e promete empenho no final do ciclo

Após protocolar a sua saída do Criciúma, o presidente Jaime Dal Farra revelou empenho total no clube até o final do Campeonato Brasileiro da Série B, independente se terminará em 2020 ou não. O mandatário também disse que indiciou o seu possível sucessor ao cargo de gestor da equipe, mas deixou nas mãos do Conselho Deliberativo.

"Sucessores já indiquei alguns, mas isso já é uma função do Conselho. Estarei aberto para conversar, sempre com transparência, mostrando todas as contas. Estou aberto a conversar para falar sobre a transição que seja muito bom para o Tigre", disse o presidente, que nunca escondeu ser torcedor do Criciúma.

"Quero manter a mesma motivação de quando cheguei, em 2015, que o time estava morto. E salvamos. Em 2016 fizemos um grande ano. A partir de então, vários atletas gabaritados, gestores do futebol. Sempre tentamos buscar pessoas de alto gabarito. Montamos um time para acesso ano passado com (técnico Gilson) Kleina, Maringá e atletas que me prometeram a Série A. Mas acabamos não tendo sucesso. Gastamos muito dinheiro, mas futebol não aconteceu como imaginamos", completou.

Dal Farra também falou sobre o trabalho a ser desenvolvido na atual temporada. "Meu objetivo é seguir por questão contratual e dar esse tempo para uma transição com calma. Garanto o melhor trabalho até encerrar a temporada, mas estou aberto a conversar com todos. Meu objetivo é tocar até o fim com toda minha energia, com motivação redobrada para buscar, com todas as forças, o acesso à Série B", finalizou.

Apesar da crise, o Criciúma chegou às quartas de final do Campeonato Catarinense, na qual enfrentará o Marcílio Dias. O primeiro jogo será, quando o torneio recomeçar, no estádio Heriberto Hulse, na cidade de Criciúma (SC).