Preocupado com reação do Vasco, Ceará tenta seguir fora da zona da degola

O fim do jejum de 12 jogos sem vitórias veio em boa hora para o Ceará e evitou a queda para a zona de rebaixamento. O risco de entrar na degola, no entanto, continua vivo durante a 28ª rodada, que será disputada pelo time cearense a partir das 17 horas deste sábado, na Arena Castelão, contra o Vasco, adversário bastante respeitado pelo treinador do Ceará, Adilson Batista.

"Tenho o maior respeito pelo Vasco, já trabalhei lá, sei da grandeza do clube. O Vanderlei Luxemburgo é um profissional que eu admiro. Cinco vezes campeão brasileiro, tem muita coisa boa e muita contribuição para o futebol brasileiro em times que deu prazer de ver jogar. É um profissional capacitado, experiente e nós temos que ter o devido respeito", ressaltou Adilson.

O Vasco, aliás, pode ser um bom exemplo para os cearenses, pois já esteve até na lanterna. No Ceará, é preciso, antes de tudo, consolidar a reação depois da vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, de virada e em Salvador (BA). O resultado deixou a equipe em 15º lugar, com 29 pontos, dois acima do Cruzeiro, primeiro dentro da zona de rebaixamento.

Para o duelo contra os vascaínos, o time contará com o volante Fabinho e o meia Thiago Galhardo, ambos novamente à disposição após cumprirem suspensão. Com isso, Pedro Ken e Lima devem ser sacados. Na defesa, o zagueiro Tiago Alves continua de fora em razão de dores no joelho, enquanto o lateral-direito Samuel Xavier volta no lugar do suspenso Cristovam.