Para encerrar jejum, Atlético-MG tenta iniciar reação contra Avaí

Galo enfrenta lanterna do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira (23), em busca de encerrar jejum no nacional para encostar no G6

Atlético-MG enfrenta o Avaí em busca de quebrar jejum e encostar no G6

Atlético-MG enfrenta o Avaí em busca de quebrar jejum e encostar no G6

Bruno Cantini/Atlético-MG

Sem vencer uma partida no Campeonato Brasileiro desde o dia 10 de agosto, quando bateu o Fluminense por 2 a 1, o Atlético-MG tenta encerrar este longo jejum nesta segunda-feira (23), a partir das 20 horas, contra o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, no confronto que fecha a 20ª rodada da competição, a primeira do segundo turno.

Veja mais: Saiba quem são os brasileiros que concorrem no prêmio da Fifa

Em péssima fase, o time atleticano vem de cinco derrotas consecutivas no torneio nacional, sendo a última delas por 3 a 1 para uma equipe do Internacional cheia de reservas, em Belo Horizonte, pois o seu adversário poupou os titulares visando o confronto de volta da final da Copa do Brasil, na quarta-feira, contra o Athletico-PR, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O novo tropeço no Brasileirão motivou protestos dos torcedores atleticanos durante a semana passada, sendo um deles no aeroporto, na terça-feira, quando os jogadores comandados pelo técnico Rodrigo Santana embarcaram rumo à Argentina visando a partida diante do Colón, na última quinta, em Santa Fé, onde o time comandado pelo técnico Rodrigo Santana acabou sendo derrotado por 2 a 1, de virada, pelo confronto de ida das semifinais da Copa Sul-Americana.

O novo revés elevou ainda mais o clima de pressão vivido pelo próprio treinador, que corre o risco de ser demitido em caso de novos fracassos nesta semana. No Brasileirão, uma vitória será importante para acabar com uma má fase de uma equipe que é a que está há mais tempo sem pontuar na competição.

Veja mais: Partida do Italiano é paralisada por racismo contra jogador brasileiro

E ao menos um empate fará o time mineiro reassumir a oitava posição, que passou a ser ocupada pelo Athletico-PR depois da igualdade por 1 a 1 com o Vasco, neste último domingo, em São Januário, no Rio - os dois clubes estão empatados com 27 pontos, mas a equipe de Curitiba está na frente por ter melhor saldo de gols. Em número de vitórias, primeiro critério de desempate, ambos possuem oito.

Com o foco principal em sua classificação à decisão da Copa Sul-Americana, na qual fará o confronto de volta das semifinais na próxima quinta, em Belo Horizonte, Rodrigo Santana deverá escalar um time cheio de reservas nesta segunda-feira, mas ele levou para Santa Catarina alguns jogadores considerados titulares hoje, como é o caso do goleiro Cleiton, do zagueiro Igor Rabello e do meia Cazares.

Veja mais: Ramiro acredita no Corinthians na Sul-Americana e está à disposição

Pior série

Evitar um revés nesta segunda-feira também fará o Atlético-MG não amargar a sua pior série de derrotas consecutivas na história do Brasileirão de pontos corridos. Desde quando este formato de disputa foi adotado, em 2003, a equipe acumulou por duas vezes cinco derrotas seguidas: uma em 2009, quando foi superado em cinco ocasiões em seus últimos cinco jogos na competição, e uma em 2011, quando também perdeu cinco duelos em sequência no final de sua campanha no primeiro turno.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Você lembra como era o mundo quando Kaká foi melhor da Fifa?