Futebol Palmeiras atropela o São Paulo e avança à semifinal da Libertadores

Palmeiras atropela o São Paulo e avança à semifinal da Libertadores

Alviverde teve noite perfeita no Allianz Parque e bateu o Tricolor por 3 a 0, quebrando um tabu que já durava 27 anos

  • Futebol | Pietro Otsuka, do R7

O Palmeiras viveu uma noite dos sonhos nesta terça-feira (17), no Allianz Parque. A equipe de Abel Ferreira foi superior os 90 minutos contra o São Paulo e atropelou o Tricolor por 3 a 0 para garantir a vaga nas semifinais da Copa Libertadores. Raphael Veiga abriu o placar ainda no primeiro tempo, Dudu fez seu primeiro gol na volta ao Verdão e ampliou, e Patrick de Paula deu números finais a partida. 

A vitória acachapante do Palmeiras quebra um tabu que perdurava desde 1994, quando as equipes se enfrentaram pela primeira vez no mata-mata da Libertadores. De lá para cá, os times duelaram em outras duas oportunidades (2005 e 2006), e nunca o Alviverde havia conseguido sequer vencer o Tricolor, até a noite de hoje. 

Com o 1 a 1 conquistado no Morumbi, o Palmeiras entrou em campo "classificado". O empate sem gols era favóravel para a equipe de Abel Ferreira e o gol de Raphael Veiga logo aos 9 minutos de jogo deixou a situação do Alviverde ainda mais confortável. Zé Rafael disparou em velocidade e deixou Dani Alves no chão antes de dar o passe para Veiga, sozinho na ponta direita. O camisa 23 finalizou na primeira trave, forte, e Tiago Volpi não conseguiu a defesa.

Na sequência, o São Paulo tentou dar o troco e quase marcou com Rodrigo Nestor. Pablo recebeu na pequena área e rolou para o meio campista, que chutou colocado, mas a bola acabou indo para fora, tirando tinta da trave. Weverton só observou o lance. 

O jogo, que já se desenhava nas características desejadas pelo o Palmeiras, ficou ainda mais a favor da proposta alviverde. Abel Ferreira preencheu o setor de meio campo e impediu que a bola chegasse para Rigoni em condições de marcar. Quando recuperava a posse, o Verdão acelerava a jogada com Dudu e Rony.

O São Paulo voltou melhor do intervalo e teve uma chance claríssima de empatar no Allianz Parque. Rigoni fez ótima jogada da direita para o meio e tocou para Pablo, sozinho, na cara do gol. O atacante fechou os olhos e encheu o pé, mas a bola passou por cima do gol.

Se as coisas já não iam bem para o Tricolor, Dudu, carrasco do São Paulo em verões passados, tratou de piorá-las. Danilo fez boa jogada pela ponta direita e chamou a marcação de três defensores do São Paulo antes de soltar a bola para Dudu. O atacante chutou de primeira, firme, na gaveta, sem chance de defesa para Volpi. Esse foi o primeiro gol do jogador em sua volta ao Palmeiras.

A noite desastrosa do Tricolor ainda teve contornos de crueldade, com Patrick de Paula fazendo o terceiro, numa pancada de fora da área que desviou na zaga são paulina e enganou Volpi, e depois com a expulsão de Vitor Bueno, que havia acabado de entrar na partida. O jogador entrou com a sola no tornozelo de Gustavo Gómez e recebeu o cartão vermelho direto.

Próximos confrontos

O São Paulo volta a campo no próximo domingo (22), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor encara o Sport, na Ilha do Retiro, às 20h30. No mesmo dia, mais cedo, ás 11h, o Palmeiras recebe o Cuiabá, no Allianz Parque, também pelo Brasileirão.

Na Libertadores, o Palmeiras agora aguarda o vencedor de River Plate e Atlético-MG para conhecer seu adversário nas semifinais da competição.

Gremistas na lista: boleiros desrespeitam protocolos em festas

Últimas