Futebol No reencontro com Ceni, São Paulo sofre, mas bate o Fortaleza por 2 a 1

No reencontro com Ceni, São Paulo sofre, mas bate o Fortaleza por 2 a 1

Resultado recoloca a equipe na zona de classificação para a Libertadores, com 39 pontos. É a primeira vitória de Fernando Diniz no comando do time paulista

Brasileirão

Pablo e Juanfran comemoram gol que abriu caminho para vitória do São Paulo

Pablo e Juanfran comemoram gol que abriu caminho para vitória do São Paulo

JULIO ZERBATTO/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O São Paulo conquistou a sua primeira vitória sob o comando de Fernando Diniz na tarde deste sábado, no Pacaembu. E ela foi justamente sobre um dos maiores ídolos da equipe, Rogério Ceni, atualmente no Fortaleza. O time cearense dificultou a vida dos paulistas, mas gols de Pablo e Igor Gomes garantiram o triunfo Tricolor por 2 a 1. Wellington Paulista descontou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 39 pontos, assumindo provisoriamente a 5ª colocação. Enquanto isso, o Fortaleza segue estacionado nos 25, na 14ª colocação. As duas equipes voltam a jogar já na próxima quarta-feira. Enquanto o time paulista atua fora de casa contra o Bahia, os cearenses recebem a Chapecoense.

O jogo

Logo nos primeiros minutos, o São Paulo já dava mostras que tomaria conta das principais ações, com muita posse de bola, algo bastante pedido pelo seu novo técnico, Fernando Diniz. E a equipe não demorou a marcar o primeiro. Aos 13, Daniel Alves cobrou falta na área, a zaga do Fortaleza vacilou e Pablo, sozinho, mandou para o gol de cabeça.

Aos 17, Daniel Alves quase fez o segundo após cruzamento de Reinaldo, mas o camisa 10 chutou por cima.

Rogério Ceni foi bastante assediado pelos jogadores do São Paulo

Rogério Ceni foi bastante assediado pelos jogadores do São Paulo

FLAVIO CORVELLO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O bom momento do São Paulo foi interrompido aos 25, quando um enxame de insetos tomou conta de uma das bandeirinhas de escanteio, fazendo a partida ficar parada por longos minutos.

Aos 30, Arboleda quase marcou, obrigando Marcelo Boeck a fazer uma excelente defesa. E o time paulista parou por aí. Cinco minutos mais tarde, Reinaldo derrubou Gabriel Dias dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o Fortaleza. Na cobrança, Wellington Paulista deslocou Tiago Volpi e empatou.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, Antony teve a chance de recolocar o São Paulo na frente. Após lindo passe de Daniel Alves, o atacante chutou muito fraco, deixando a bola fácil para Marcelo Boeck defender.

No início da segunda etapa, Antony voltou a perder uma ótima oportunidade para o São Paulo. Após cruzamento da esquerda, o atacante errou na hora do cabeceio e mandou para fora.

Aos 12 minutos, foi o Fortaleza quem quase fez o segundo. Mariano Vázquez foi avançando com a bola e arriscou de muito longe. Tiago Volpi fez ótima defesa para evitar a virada.

E já na reta final da partida, quando parecia que o placar ficaria no 1 a 1, Antony, que havia vacilado em inúmeras jogadas anteriores, recebeu pela direita e, de carrinho, cruzou para a área. Igor Gomes, de frente para o gol, não desperdiçou.

Pouco tempo depois, Vitor Bueno teve a chance de fazer o terceiro, mas, após desvio, a bola bateu na trave.

SÃO PAULO 2 X 1 FORTALEZA

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 5/10/2019, às 17h
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Árbitro de vídeo: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Pablo, Arboleda e Daniel Alves (SAO); W. Paulista (FOR)
GOLS: Pablo 13'/1ºT (1-0), Wellington Paulista 38'/1ºT(1-1)
SÃO PAULO: ​Tiago Volpi; Juanfran (Igor Gomes, 27'/2ºT,) Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Hernanes (Vitor Bueno, 12'/2ºT) e Daniel Alves; Antony, Tche Tche e Pablo. Técnico: Fernando Diniz. Técnico: Fernando Diniz
FORTALEZA: Marcelo Boeck; Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe e Edinho (Matheus Alessandro, 37'/2ºT); André Luís (Mariano Vázques, 02'/2ºT), Osvaldo (Felipe Pires, 31/'ºT)e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni. Técnico: Rogério Ceni

Gol de Neymar, Liverpool 100% e zebras: o melhor do futebol europeu