bola de prata
Futebol Lucas Paquetá é o melhor meia no prêmio Bola de Prata 2018

Lucas Paquetá é o melhor meia no prêmio Bola de Prata 2018

Revelado pelo Flamengo, o jogador de 21 anos foi um dos destaques do rubro-negro na campanha do vice-campeonato Brasileiro

Bola de Prata

Lucas Paquetá, do Flamengo: melhor meia na Bola de Prata 2018

Lucas Paquetá, do Flamengo: melhor meia na Bola de Prata 2018

Rafael de Oliveira/Divulgação

Destaque do Flamengo na conquista da Copa São Paulo de juniores em 2016, o meia Lucas Paquetá foi ganhando espaço entre os profissionais em 2017, mas foi nessa temporada de 2018 que o talento do jovem meia apareceu de vez. 

"Muito feliz de estar aqui recebendo esse prêmio fantástico", festejou o jogador, que recebeu o troféu do ex-jogador Djalminha juntamente com Everton (Grêmio) e Dudu (Palmeiras).

Jogador de muita habilidade, bons passes, Paquetá achou seu espaço no time titular com Maurício Barbieri e depois com Dorival Júnior, deixando a outra vaga do meio para os consagrados Diego e Éverton Ribeiro.

Artilheiro do Flamengo no Brasileirão, com 10 gols, Lucas Paquetá disputou 32 partidas e foi um dos destaques o time vice-campeão Brasileiro. Principalmente no primeiro turno, quando o time liderou a competiçao por 15 rodadas.

Presente na lista de suplentes da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2018, o meia acabou sendo convocado por Tite pela primeira vez em agosto, para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador. Acertado com o Milan, Paquetá fez sua despedida do Flamengo na derrota para o Atlético-PR, na última rodada do Brasileirão.

Veja também: Conheça Lucas Paquetá, novo xodó do Flamengo e convocado por Tite

Na história da Bola de Prata, desde 1970, Lucas Paquetá é o quarto jogador a ganhar o prêmio como meia pelo Flamengo, depois de craques como Zico (1974, 1975, 1977, 1982, 1987), Zinho (1992), Petkovic (2009) e Ronaldinho Gaúcho (2011).

Veja quais foram os 10 melhores meias da Bola de Prata 2018:
1º Lucas Paquetá (Flamengo) - 6,30 (32 jogos)
2º Arrascaeta (Cruzeiro) – 6,29 (20 jogos)
3º Éverton Ribeiro (Flamengo) - 6,24 (35 jogos)
4º Cazares (Atlético-MG) - 6,21 (31 jogos)
5º Diego (Flamengo) - 6,02 (26 jogos)
6º Raphael Veiga (Atlético-PR) - 5,96 (31 jogos)
7º Nenê (São Paulo) - 5,95 (35 jogos)
8º Leo Valencia (Botafogo) - 5,83 (27 jogos)
9º Patrick (Internacional) - 5,83 (36 jogos)
10º Jadson (Corinthians) - 5,71 (25 jogos)

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Veja quem são as 10 maiores revelações do Brasileirão de 2018

    Access log