Futebol Livro que denuncia corrupção no futebol mundial ganha destaque na mídia

Livro que denuncia corrupção no futebol mundial ganha destaque na mídia

"O Lado Sujo do Futebol" revela esquemas de fraudes e conchavos cometidos na Fifa e na CBF

Livro que denuncia corrupção no futebol mundial ganha destaque na mídia

Prefácio do livro é do ex-atacante e hoje deputado Romário

Prefácio do livro é do ex-atacante e hoje deputado Romário

Divulgação

A edição deste sábado da revista Carta Capital traz como destaque de capa uma matéria sobre o livro "O Lado Sujo do Futebol", dos repórteres Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni, Luiz Carlos Azenha e Tony Chastiner.

A obra mostra a trama de propinas, negociatas, traições e escândalos que envolvem Ricardo Teixeira e João Havelange no comando da CBF e da Fifa, respectivamente.

"O livro detalha como cartolas transformaram o futebol num negócio lucrativo, capaz de gerar recursos excedentes para assegurar o enriquecimento próprio e sua perpetuação no poder. Revela ainda como os dirigentes conseguiram escapar da maioria das denúncias, amparados na leniência do Judiciário e na intervenção amiga de parlamentares ligados a federações esportivas, a Bancada da Bola", diz a reportagem de Carta Capital.

Às vésperas da Copa do Mundo, que terá seu primeiro jogo em 12 de junho, o livro traz um conteúdo explosivo sobre os bastidores do futebol.

"O Lado Sujo do Futebol" é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos.

Os autores mostram como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

As denúncias são amparadas em documentos oficiais retirados de cartórios do Brasil e do exterior, transcrição de conversas gravadas, informações rigorosamente apuradas e criteriosa pesquisa em arquivos de revistas e jornais.

O prefácio do livro é do ex-jogador e atual deputado federal Romário (PSB-RJ), crítico feroz dos desmandos nas principais entidades que comandam o futebol.

O livro, que está sendo publicado simultaneamente em português e espanhol, já está nas prateleiras de todo o País a partir deste sábado (17), mas o lançamento oficial será no dia 23 de maio, a partir das 18h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo. Além do Brasil o livro será lançado na Argentina e no México.