Juventus tenta parar ataque de Tottenham em duelo da Champions

Com vários desfalques, técnico Massimiliano Allegri busca vitória, mas não quer tomar gols em 1º confronto das oitavas da Liga dos Campeões

O técnico Massmiliano Allegri, da Juventus, atual vice da Champions

O técnico Massmiliano Allegri, da Juventus, atual vice da Champions

Reuters/Max Rossi - 12.2.2018

Juventus e Tottenham fazem nesta terça-feira (13) um dos duelos que prometem ser mais equilibrados pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. 

De um lado está a equipe de Turim, hexacampeã italiana e atual vice-campeã da Champions. Já o Tottenham, quinto colocado no Campeonato Inglês, aposta no faro de Harry Kane, artilheiro da Premier League, com 23 gols, para conseguir um bom resultado.

"Vamos ter de jogar com inteligência e técnica, e tentar não sofrer gols. Mas um 0 a 0 não vai me deixar satisfeito", ponderou o técnico Massimiliano Allegri, da Juventus.

Juventus desfalcada

É justamente a força ofensiva do Tottenham a principal preocução do treinador da Juventus, conhecida por sua forte defesa.

"Sabemos as forças deles. E que às vezes teremos de sofrer porque o Tottenham tem quatro jogadores de grande qualidade no ataque", afirmou Allegri, referindo-se a Kane e seus companheiros de equipe Son, Eriksen e Dele Alli.

"Vamos ter de estar no nosso melhor a nível técnico porque fisicamente eles vão levar a melhor. Temos que estar atentos a todos os aspectos durante os 90 minutos porque dificilmente um time consegue dominar por completo um jogo como este", acrescentou o treinador, que tem uma lista de problemas para escalar a equipe.

Allegri está sem Cuadrado, Matuidi, Barzagli, Lichsteiner, todos machucados. Dybala, que se recupera de lesão na coxa direita, também não terá condições de jogo. 

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Tottenham no ataque

No Tottenham, a única ausência é o zagueiro Alderweireld, ,ainda sem condições físicas. Atento à força tática do adversário, o técnico Mauricio Pochettino elogia a história da equipe na competição.

"É impossível comparar a nossa história à da Juventus. Eles chegaram por duas vezes à final nos últimos três anos", pondera o treinador.

"Mas temos um bom plano para este jogo e queremos estar ao nível deles. Veremos se vamos ser capazes", completou.

Apesar de jogar fora de casa, Pochettino não abre mão de atacar. 

"Não podemos mudar os nossos princípios de jogo. Teremos de ser agressivos, corajosos e respeitar o nosso adversário. Quando jogava sonhava em estar envolvido em partidas como esta", afirmou.

Confira os artilheiros brasileiros da Liga dos Campeões da Europa: