Morre Maradona

Futebol Justiça ordena inspeção em consultório do médico de Maradona

Justiça ordena inspeção em consultório do médico de Maradona

Além da investigação no local, Leopoldo Luque também terá sua residência inspecionada segundo ordens do Ministério Público da Argentina

  • Futebol | Da EFE

Médico é investigado pela família de Maradona, que suspeita de negligência na morte de Maradona

Médico é investigado pela família de Maradona, que suspeita de negligência na morte de Maradona

Reprodução Instagram @doctor.luque

A Justiça ordenou, neste domingo, a inspeção da residência e do consultório de Leopoldo Luque, médico pessoal de Diego Maradona, como parte das investigações sobre as causas da morte do craque argentino, confirmaram fontes judiciais à Agência Efe.

As inspeções serão realizadas no consultório de Luque em Buenos Aires e na residência do médico, ao sul da capital argentina.

Fontes do Ministério Público da cidade de San Isidro, encarregado da investigação, confirmaram que a operação será feita para coletar materiais relevantes para o caso, como o histórico médico de Maradona.

Luque já foi notificado sobre seus direitos, embora "não seja formalmente indiciado", um passo que ainda poderá ser dado caso o médico seja convocado a prestar depoimento e o Ministério Público decida avançar no processo.

As inspeções foram ordenadas após o Ministério Público ouvir "familiares diretos" do craque argentino no sábado.

Maradona, de 60 anos, que havia sido internado no início deste mês em dois centros de saúde por anemia, desidratação e um hematoma subdural pelo qual foi operado, morreu na quarta-feira passada, após um ataque cardíaco. O ex-jogador e técnico havia recebido alta médica da clínica Olivos, onde foi operado em 11 de novembro.

Advogados da família e do próprio Maradona disseram à Agência Efe que o caso aberto para "investigação das causas da morte" investiga que tipo de atendimento médico o astro recebeu da operação até a morte, principalmente desde que recebeu alta.

A família também quer uma investigação sobre o que aconteceu em 19 de novembro, quando, de acordo com dois depoimentos de advogados, Luque visitou Maradona em sua casa e os dois discutiram.

Desde então, de acordo com estes dois depoimentos, supostamente o médico não retornou ao local para prestar cuidados médicos pessoais, o que poderia eventualmente significar "abandono de pessoa", segundo os advogados da família.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Imóveis, carros e joias: veja a disputada herança de R$ 3 bi de Maradona

Últimas