Inter faz primeira de duas 'decisões' no Maracanã para manter sonho do título

Quatro dias. É o período em que o Internacional fará dois jogos que poderão reverter por completo um ambiente que era de "terra arrasada" há pouco menos de uma semana. E o primeiro deles acontece na noite desta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, diante do líder Flamengo, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Hoje com 36 pontos contra 45 dos cariocas, se sair de campo com a vitória, o time comandado por Odair Hellmann ganhará ainda a injeção de ânimo de saber que terá pela frente, no próximo domingo, nada menos que o vice-líder Palmeiras (42 pontos) no Beira-Rio e toda a possibilidade de voltar a uma disputa que ainda parece um tanto distante no horizonte da equipe.

Tal desvantagem parecia ainda maior há seis dias, quando os gaúchos perderam a chance de conquistar a Copa do Brasil diante do Athletico-PR, em casa, e o desânimo parecia incontornável no clube. Nesta quarta-feira, a ordem é voltar a sonhar alto, conquistando a quinta e a sexta vitórias consecutivas pela competição nos próximos dias.

"O campeonato é longo, temos vários jogos pela frente, mas é confronto direito. Eles estão em primeiro e precisamos somar pontos para diminuir a distância. Vão ser confrontos diretos, e a gente vai jogo a jogo. Agora estamos pensando no Flamengo. Depois vamos continuar trabalhando para jogarmos com o Palmeiras", observou, nesta terça-feira, o atacante Nico López, antes da viagem para o Rio.

Ele deve formar novamente o trio de frente com Wellington Silva e Paolo Guerrero. Isto se o treinador Odair Hellmann optar por manter a escalação das últimas partidas. Entretanto, mudanças não estão fora de questão, especialmente porque o meia D'Alessandro novamente não estará à disposição do time outra vez.

Por outro lado, o atacante Rafael Sobis, que se recuperou de um edema na coxa esquerda, e Nonato, que ficou de fora no triunfo contra a Chapecoense na última rodada, com uma entorse no tornozelo direito, estão de volta. Enquanto o mais experiente deve ficar como opção entre os suplentes para o ataque, Nonato disputa vaga com o contestado Patrick no meio de campo.

Mais atrás, Uendel e Zeca travam luta pela lateral esquerda da equipe. O campeão olímpico pela seleção brasileira desponta com boas chances de assumir a condição de titular, especialmente após as boas atuações nas partidas com o chamado time alternativo pelo Brasileirão.