Guga comemora volta por cima no Atlético-MG e Luan pede para não jogar no domingo

A vitória sobre o Botafogo por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão, garantiu o Atlético-MG na Copa Sul-Americana de 2020, mas significou ainda mais para o lateral-direito Guga. Envolvido recentemente em polêmica após comemorar o título da Copa Libertadores do Flamengo nas redes sociais, começou a partida sendo bastante vaiado. Aos poucos, porém, elas foram sumindo por conta da boa partida realizada pelo jogador, que foi um dos destaques do time.

"Foi uma das semanas mais difíceis da minha vida. Só meus pais e meus companheiros sabem o que eu passei. Agradeço o carinho recebido por todos do elenco. Sei que vai ser difícil, mas só posso mudar isso dentro de campo. Estou tendo oportunidade e farei de tudo para mudar essa história", disse Guga.

Neste domingo, o Atlético-MG encerra a sua participação no Brasileirão diante do Internacional, em Porto Alegre. Como o time apenas cumpre tabela, o atacante Luan já deixou claro que não quer ser nem relacionado para esse jogo.

"Não sei o que o Mancini (Vagner Mancini, treinador) vai fazer. Eu não quero ir. Essa foi minha última partida esse ano, estou desgastado demais. Não era para nem entrar hoje (quarta-feira), mas o Marquinhos precisou ser substituído e pude contribuir", comentou o xodó da torcida atleticana.

Luan precisou entrar depois de Marquinhos sentir mal após uma pancada na canela. O prata da casa ainda tentou voltar, mas estava com tontura e foi levado para o hospital, onde passou por exames. As informações são de que está tudo bem com o jogador atleticano.