Futebol Grupo H: Colômbia é favorita; Japão, Polônia e Senegal brigam por 2ª vaga

Grupo H: Colômbia é favorita; Japão, Polônia e Senegal brigam por 2ª vaga

Colômbia tem o artilheiro da última Copa, Japão conta com a ajuda de Honda, Polônia espera gols de Lewandowski e Senegal aposta em boa fase de Mané

Copa, Grupo H

Colômbia chega à Copa pela segunda edição consecutiva

Colômbia chega à Copa pela segunda edição consecutiva

Divulgação/FCF

O Grupo H da Copa do Mundo da Rússia tem a Colômbia como favorita para avançar às oitavas de final do torneio. Para confirmar a superioridade, a equipe terá que enfrentar as seleções de Japão, Polônia e Senegal, que devem correr por fora na briga pela segunda vaga do grupo que cruza com a chave formada por Inglaterra e Bélgica, duas das que prometem chegar longe no Mundial.

A Colômbia chega à Rússia como favorita do Grupo H para disputar a Copa do Mundo pela segunda vez consecutiva e quer apagar a história de ter avançado apenas uma vez para a fase final da competição.

Para confirmar o favoritismo, a equipe comandada por José Pékerman conta com o talento do craque James Rodriguez, que chega à sua segunda Copa após ter marcado seis gols e se sagrado o artilheiro do Mundial de 2014, quando a seleção colombiana avançou até às quartas de final, melhor colocação da equipe em mundiais.

Confira tudo sobre Copa 2018 no R7 Esportes

Sem nunca ter passado das oitavas de final, o Japão chega à Rússia para disputar sua sexta Copa consecutiva. Nos últimos torneios, a equipe japonesa venceu apenas dois dos últimos 11 jogos que disputou e agora conta com a ajuda do craque Keisuke Honda na tentativa de ao menos repetir a melhor campanha da equipe.

Duas vezes terceira colocada em Mundiais (1974 e 1982), a Polônia retorna ao Mundial após 12 anos com a intenção de deixar para trás o fantasma das últimas participações, nas quais não marcou gols em nenhum dos oito jogos disputados. Para avançar, o time conta com o talento do artilheiro Robert Lewandowski, que marcou 16 gols nas eliminatórias europeias.

Surpresa da Copa de 2002, quando chegou à semifinal, a seleção de Senegal busca repetir o bom desempenho após 16 anos. Para isso, espera manter a invencibilidade conquistada na fase de grupos do último Mundial. O craque da equipe é o atacante do Liverpool Sadio Mané, que marcou o único gol da equipe inglesa na última final da Liga dos Campeões.

Copa do Mundo esconde abismo socioeconômico entre os países:

    Access log