Futebol Goleada na Copa do Brasil é 2ª maior da história do São Paulo 

Goleada na Copa do Brasil é 2ª maior da história do São Paulo 

Jogando no Morumbi, o placar de 9 a 1 diante do 4 de Julho só fica atrás de um 10 a 0 do Tricolor sobre o Botafogo-SP em 2001

Agência Estado - Esportes
Goleada do São Paulo contra o 4 de Julho é a segunda maior da história no Morumbi

Goleada do São Paulo contra o 4 de Julho é a segunda maior da história no Morumbi

Fotos: Paulo Pinto / saopaulofc.net

A vitória sobre o modesto 4 de Julho, na noite desta terça-feira (8), entrou para a história do São Paulo. O triunfo pelo contundente placar de 9 a 1, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, marcou a segunda maior goleada do clube jogando no estádio do Morumbi, na capital.

O placar desta terça só fica abaixo dos 10 a 0 aplicados sobre o Botafogo, da Paraíba, na edição de 2001 da Copa do Brasil. A goleada desta terça só não foi maior que a de 20 anos atrás porque o time paulista teve dois gols anulados diante do rival do Piauí.

Apesar do resultado expressivo, o triunfo desta terça não entra para a lista das cinco maiores goleadas da história do clube em qualquer estádio. No topo está a vitória por 12 a 1 sobre o Sírio, em 1933. Depois vêm as goleadas por 12 a 1, sobre o Jabaquara (1945); por 11 a 0, sobre o Internacional-SP (1932); por 10 a 0, sobre o Operário, de Ourinhos (1943); e sobre o Guarani (1950).

Somente depois destes placares vem os 10 a 0 sobre o Botafogo-PB. Assim, a goleada desta terça também é a segunda maior do time no século.

Dentro da história da Copa do Brasil, a goleada sãopaulina é a quarta maior, igualando o 9 a 1 aplicado pelo Internacional no Ji-Paraná-RO, em 1993. O placar mais elástico foi registrado em 1991, quando o Atlético Mineiro fez 11 a 0 no Caiçara-PI.

Em segundo está a própria goleada do São Paulo sobre o Botafogo-PB. E, no terceiro posto, está os 10 a 0 do Santos sobre o Naviraiense-MS, em 2010.

O 9 a 1 desta noite fez o São Paulo reverter, com ampla folga, a derrota sofrida para o modesto rival, da Série D do Campeonato Brasileiro, por 3 a 2, no jogo de ida da terceira fase. O time do Morumbi garantiu seu lugar nas oitavas de final.

Não é só Cristiano Ronaldo: Veja atletas mais fortes do futebol

Últimas