Copa América 2019
Futebol Francisco Maturana reforça a Venezuela na Copa América como assessor técnico

Francisco Maturana reforça a Venezuela na Copa América como assessor técnico

A seleção da Venezuela ganhou um importante reforço fora de campo para a disputa da Copa América, que começará nesta sexta-feira no Brasil. O treinador colombiano Francisco Maturana, que com a equipe nacional de seu país conseguiu a classificação a duas Copas do Mundo e conquistou o título da competição continental em 2001, foi designado como assessor do técnico Rafael Dudamel e já iniciou o seu trabalho no final de semana.

Em Cincinnati, nos Estados Unidos, neste domingo, a Venezuela derrotou a seleção local por 3 a 0, no último amistoso antes da chegada ao Brasil, e Maturana participou da preleção de Dudamel no hotel. O colombiano foi bem recebido por todos os jogadores e disse que tentou passar um pouco de sua experiência no futebol ao elenco venezuelano.

De acordo com Dudamel, o objetivo da Venezuela não é com as edições da Copa América deste ano e de 2020, que será realizada em conjunto por Argentina e Colômbia. O que o técnico quer, com a ajuda de Maturana, é a classificação do país à Copa do Mundo de 2022, no Catar, que seria um fato inédito.

Este não é o primeiro trabalho de Maturana na Venezuela. Em janeiro deste ano, o treinador colombiano de 70 anos foi convidado a dar palestras aos jogadores da seleção sub-20 durante a realização do Sul-Americano da categoria.

Maturana tem larga experiência no futebol com seleções - além da Colômbia, comandou Equador, Costa Rica, Peru e Trinidad e Tobago - e clubes. O treinador trabalhou em clubes da Espanha (Atlético de Madrid e Valladolid), Arábia Saudita (Al Hilal), da Argentina (Gimnasia y Esgrima La Plata e Colón) e de seu país, onde foi campeão da Copa Libertadores de 1989 com o Atlético Nacional, de Medellín.