Futebol Flamengo vence Fluminense em jogo marcado por mão escandalosa no lance do primeiro gol

Flamengo vence Fluminense em jogo marcado por mão escandalosa no lance do primeiro gol

Com a vitória, rubro-negro se aproxima ainda mais go G-4 do Campeonato Brasileiro

Flamengo vence Fluminense em jogo marcado por mão escandalosa no lance do primeiro gol

O Flamengo conquistou neste domingo (6) uma bela vitória no clássico contra o Fluminense. A vitória só não foi mais bonita pelo novo erro de arbitragem, desta vez, na 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro rubro-negro Wallace ajeitou a bola escandalosamente com o braço no lance do primeiro gol e abriu caminho para o 3 a 1 no Maracanã. O placar faz o Fla chegar aos 35 pontos e voltar a sonhar com o G-4 da competição.

Mãozinha do Flamengo contra o Fluminense domina os memes da rodada

Classificação e jogos

Sheik estufou a rede para fazer o primeiro do Fla sobre o Flu

Sheik estufou a rede para fazer o primeiro do Fla sobre o Flu

Cleber Mendes/Lancepress!

Quando o time da Gávea abriu o placar, aos nove minutos, já era superior ao adversário e havia criado pelo menos duas chances, na cabeçada de Wallace e no chutão de Kayke, que Diego Cavalieri defendeu. O primeiro gol, no entanto, foi irregular, pois embora tenha negado, Wallace tocou com o braço, antes de Emerson completar. Ridículo brigar com a imagem. O Tricolor sequer esboçava reação. Aos 14, Pará deixou Kayke livre para tocar na saída do goleiro: 2 a 0. Só Flamengo jogava. Aos 23, Kayke, sem qualquer marcação, bateu para fora. Incrível. Daí em diante, inexplicavelmente, a equipe dirigida por Oswaldo de Oliveira parou. Mas o adversário nada fez.

As duas equipes sugeriram que voltariam mais ofensivas para a etapa final. O Fluminense trocou Pierre por Marcos Júnior, e o Flamengo pôs Paulinho no lugar de Armero, improvisando Éverton na lateral. E se o time das Laranjeiras saiu em busca da felicidade, como deveria, o rubro-negro preferiu segurar equivocadamente, apostando apenas em contra-ataques. Aos 12, Samir agarrou Michael. Jean cobriu o pênalti e diminuiu: 2 a 1.

E o jogo passou a ser dramático. O Tricolor, no esforço, tentando chegar, e o rival, quando possível, descendo em velocidade. Aos 22, Kayke, de novo livre, chutou em cima do goleiro, e no rebote pôs na cabeça de Paulinho: 3 a 1. O Flamengo recuou ainda mais. E o Fluminense não desistiu, embora deixasse espaços demais atrás — fosse o rubro-negro mais habilidoso e marcaria em outras ocasiões. O Tricolor tentou de tudo, na força. Inútil.

FLUMINENSE 1 X 3 FLAMENGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcio Eustaquio Santiago (MG)

Renda/Público: R$ 2.511.160,00 / 55.999 presentes

Cartões Amarelos: Douglas, Pierre, Osvaldo, Wellington Paulista, Marcos Júnior e Wellington Silva (FLU) / Wallace, Canteros, Márcio Araújo, Kayke, Everton e Samir (FLA)

Cartão Vermelho: Everton (FLA)

GOLS: Emerson Sheik (9'/1ºT 0 - 1), Kayke (14'/1ºT 0 - 2), Jean (12'/2ºT 1 - 2) e Paulinho (23'/2ºT 1 - 3)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva. Gum, Henrique e Gustavo Scarpa; Pierre (Marcos Júnior - Intervalo), Jean, Douglas e Cícero; Osvaldo (Gerson - 31'/2ºT) e Michael (Wellington Paulista - 35'/2ºT) - TÉCNICO: Enderson Moreira

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Samir, Wallace (César Martins - 31'/2ºT) , Armero (Paulinho - Intervalo); Márcio Araújo (Jonas - 39'/2ºT), Canteros, Alan Patrick e Everton; Emerson Sheik e Kayke - TÉCNICO: Oswaldo Oliveira

    Access log