Seleção brasileira

Futebol Firmino faz dois, e Brasil atropela a Bolívia na estreia das Eliminatórias

Firmino faz dois, e Brasil atropela a Bolívia na estreia das Eliminatórias

Time do técnico Tite não teve dificuldades para vencer por 5 a 0 em São Paulo. Apesar de não marcar, Neymar foi importante, com duas assistências

  • Futebol | Do R7

Jogadores do Brasil comemoram gol em vitória fácil sobre a Bolívia

Jogadores do Brasil comemoram gol em vitória fácil sobre a Bolívia

Buda Mendes/EFE 09.10.20

Começou com o pé direito a caminhada do Brasil rumo à Copa do Mundo do Qatar, em 2022. Jogando contra uma fraquíssima Bolívia, o time comandado por Tite não teve nenhuma dificuldade para vencer por 5 a 0, na noite desta sexta-feira (9), em jogo disputado na Neo Química Arena, em São Paulo.

Os gols brasileiros foram marcados por Marquinhos, Roberto Firmino (duas vezes), Carrasco (contra) e Philippe Coutunho e já colocam a seleção na liderança das Eliminatórias, com 3 pontos e melhor saldo de gols em relação a Colômbia, Uruguai e Argentina.

A seleção volta à campo pelas Eliminatórias na próxima terça-feira (13), quando encara o Peru, fora de casa. No mesmo dia, a Bolívia recebe a Argentina.

O jogo
Desde os primeiros instantes, já ficou claro que o duelo seria um "passeio" da seleção. Com apenas 5 minutos, o Brasil já tinha perdido duas chances inacreditáveis. Ainda aos 45 segundos, Everton Cebolinha pegou sobra dentro da pequena área e mandou para fora. Aos 3, o mesmo Everton cruzou na medida para Marquinhos, que cabeou à esquerda do gol.

Abriu a 'porteira'...
Mas os gols não demoraram a sair. Na marca de 15, Danilo cruzou e Marquinhos, mais uma vez livre na área, mandou para as redes.

Marquinhos fez o primeiro do Brasil nas Eliminatórias

Marquinhos fez o primeiro do Brasil nas Eliminatórias

Buda Mendes/EFE 09.10.20

Mesmo em vantagem, o Brasil não diminuiu o ritmo. E ampliou aos 29, com Roberto Firmino, que completou cruzamento de Renan Lodi.

Aos 38, por pouco não saiu o gol de Neymar. O camisa 10 dominou com estilo a bateu de esquerda. O goleiro Lampe conseguiu a defesa.

Mais um de Firmino!
O segundo tempo começou. E o panorama do jogo seguia o mesmo, com o Brasil caminhando para uma goleada. Logo aos 3, Neymar cruzou na medida para Firmino marcar o seu segundo gol na partida.

Weverton 'suja o uniforme'
Aos 5, Weverton trabalhou pela primeira vez. Bruno Miranda arriscou de longe e o goleiro brasileiro espalmou para escanteio.

Faltou o chute...
Na marca de 18, por pouco o Brasil não anotou um gol de placa. Neymar deu um rolinho em Carrasco e um giro sobre outro marcador, mas não conseguiu chutar. Rodrygo tentou o chute, mas a defesa boliviana conseguiu afastar.

Virou passeio!
Mas no lance seguinte, uma verdadeira lambança boliviana. Philippe Coutinho cruzou da direita e Rodrygo cabeceou. A bola bateu em Carrasco e foi para dentro do gol.

E o Brasil queria mais. Aos 27, Neymar cruzou na medida para Philippe Coutinho, como um centroavante, marcar de cabeça. Foi a segunda assistência do camisa 10 no jogo.

Mesmo com os 5 a 0, o time brasileiro não baixou o ritmo e continuou atacando. E sendo parado em faltas. Já nos acréscimos, Neymar levou duas entradas violentíssimas. Em uma das cobranças, ele quase marcou o sexto. Lampe fez uma excelente defesa e decretou o placar em 5 a 0.

BRASIL 5 x 0 BOLÍVIA

Competição: Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo, 1ª rodada
Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data/hora: 9 de outubro de 2020 (sexta-feira), às 21h30
Árbitro: Leodan González (Uruguai)
Assistentes: Nicolás Tarán e Richard Trinidad (ambos do Uruguai)
VAR: Esteban Ostoich (Uruguai)
Cartões amarelos: Thiago Silva (BRA), Carrasco, Campos, Zabala, Cespedes (BOL)
GOLS: Marquinhos, aos 15/1ºT (1-0), Roberto Firmino, aos 30/1ºT (2-0) e aos 3/2ºT (3-0), Carrasco (contra), aos 20/2ºT (4-0) e Philippe Coutinho, aos 27/2ºT (5-0)
BRASIL: Weverton; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva (Felipe) e Renan Lodi (Alex Telles); Casemiro e Douglas Luiz; Éverton Cebolinha (Rodrygo), Philippe Coutinho (Everton Ribeiro) e Neymar; Roberto Firmino (Richarlison). Técnico: Tite.
BOLÍVIA: Carlos Lampe; Jesús Sagredo, José María Carrasco, Gabriel Valverde e José Sagredo; Antonio Bustamante (Frank González), Fernando Saldias (Boris Cespedes) e Diego Wayar (Leonardo Zabala); Cristian Arabe (Rudy Cardozo), Bruno Miranda e César Menacho (Jhasmani Campos). Técnico: César Farías

Milionário, Vettel vira um dos donos da equipe que correrá em 2021

Últimas