Coronavírus

Futebol Federação do Rio Grande do Norte cancela estadual por conta da covid

Federação do Rio Grande do Norte cancela estadual por conta da covid

Em nota divulgada, entidade mostra descontentamento com decreto estadual, que proibiu jogos treinos no local

  • Futebol | Do R7

América de Natal é um dos times mais tradicionais do Rio Grande do Norte

América de Natal é um dos times mais tradicionais do Rio Grande do Norte

Reprodução/Instagram @americafcnatal

Um dia após o Brasil alcançar a marca de 300 mil mortes por conta da covid-19, a pandemia causou mais uma mudança drástica no futebol brasileiro. Nesta quinta-feira (25), a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol anunciou o cancelamento do Campeonato Potiguar 2021.

Segundo a entidade, a medida foi tomada em conjunto com os oito clubes que disputam a primeira divisão e vários fatores foram levados em consideração para a decisão, inicialmente rejeitada pela Federação após decreto estadual de proibição de jogos e treinos.

A nota publicada no site oficial ainda faz duras críticas e levanta dúvidas se a decisão do Governo era mesmo necessária.

O Potiguar é o primeiro torneio estadual cancelado de forma oficial no Brasil em 2021.

Confira a nota completa:
A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol e os 8 clubes filiados disputantes da 1ª Divisão Campeonato Potiguar vem à público comunicar, em decorrência do Decreto nº 30.419, publicado em 17 de março, e do insucesso das inúmeras tentativas de sensibilização das autoridades públicas para a necessidade manutenção da competição, o cancelamento definitivo da edição 2021 do Campeonato Potiguar, pelas seguintes razões:

O Decreto supracitado suspendeu a competição, bem como os treinamentos das equipes. Embora os clubes de futebol tenham demonstrado que obedecem a todos os protocolos do comitê cientifico e que estatisticamente não há casos relevantes de contaminação, ou mesmo agravamento de pacientes envolvidos no futebol com o covid-19, as atividades permaneceram suspensas.

Os clubes do RN respeitaram as decisões proferidas, todavia, fomos surpreendidos com a recente deliberação do Governo do Estado, emitida através Nota Técnica assinada pelos secretários estaduais do Gabinete Civil e da Segurança Pública, onde foi aberta uma exceção para as equipes que estão disputando competições nacionais.

Tal decisão demonstra que o motivo maior da suspensão da competição não é a propagação da covid-19 e muito menos as vidas que se perderam no Rio Grande do Norte em decorrência da doença. Se assim fosse, não seriam abertas exceções para beneficiar determinadas equipes. Trata-se de um motivo político, sem qualquer coerência ou razoabilidade.

A decisão demonstra que o argumento cientifico da paralisação é secundário, ou o vírus só se propagará nos treinos das 6 equipes que disputarão o estadual e não nos treinos das equipes que estão jogando o campeonato nacional?

Diante do quadro de incerteza e da ausência, por parte do Governo do RN de um plano claro de retomada das atividades, aliadas às constantes decisões contraditórias e sem qualquer embasamento científico tomadas pelas autoridades públicas, não restou outra decisão, por parte desta FNF e dos clubes, se não a de cancelar o certame desse ano.

Cúmulo da ostentação: Neymar tem celular de ouro que custa R$ 21 mil

Últimas