Everton Ribeiro exalta ansiedade da torcida do Fla e prevê forte apoio no Chile

O Flamengo vai entrar cinco vezes em campo pelo Campeonato Brasileiro antes da decisão da Copa Libertadores com o River Plate, no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile, mas é impossível não pensar diariamente na final. Um dia antes de o time comandado por Jorge Jesus encarar o Goiás, no Serra Dourada, pela 29ª rodada da competição nacional, o meia Everton Ribeiro exaltou a ansiedade dos torcedores flamenguistas pelo duelo único que definirá o campeão continental de 2019.

"O que eu mais recebo na rede social é pedido de ingresso. Muita gente querendo estar com a gente no Chile. Meus familiares vão estar comigo lá. A torcida do Flamengo é imensa, a procura é grande e acaba ficando pequeno. Mas sabemos que a torcida pela gente vai ser muito grande em qualquer lugar", disse o jogador, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva.

O atleta também comentou o fato de que nesta semana foi cogitada a possibilidade de a decisão não ocorrer no Estádio Nacional de Santiago por causa da forte onda de protestos no Chile contra o governo do presidente Sebastian Piñera. Ele falou sobre o assunto poucas horas antes de a ministra de Esportes chilena, Cecilia Pérez, confirmar que a final ocorrerá, de fato, no seu país.

"Pelo que sabemos, a Conmebol já deu a certeza de que o jogo vai ser lá. Então, estamos com a cabeça no Chile e na decisão. Caso mude, vamos mudar o pensamento", afirmou Everton Ribeiro.

E apesar de dizer que o time está concentrado neste momento nos jogos do Brasileiro, o meio-campista revelou uma espiada, nesta terça-feira à noite, no futuro adversário na final da competição sul-americana. Ele acompanhou parte do que ocorreu no jogo em que River Plate bateu o Colón por 2 a 1, pelo Campeonato Argentino. "Acabei dando uma passada e vi que venceram. O momento certo de observar será mais para frente. O foco é total no Brasileirão, pois temos o sonho de alcançar o título brasileiro também", destacou.