Copa São Paulo
Futebol Estrela do dia, Larissa celebra título do São Paulo: "Muito feliz"

Estrela do dia, Larissa celebra título do São Paulo: "Muito feliz"

Se preço das 12 longas horas distante de casa foi o cansaço ao fim da tarde, recompensa foi impagável: ela ganhou uma medalha e foi homenageada

Homenageada, Larissa celebra título do São Paulo: "Muito feliz"

Com a medalha nas mãos, Larissa foi só alegria pelo título do São Paulo

Com a medalha nas mãos, Larissa foi só alegria pelo título do São Paulo

Guilherme Padin/R7

A são-paulina Larissa, de seis anos, luta contra um câncer no cérebro. No início da manhã desta sexta-feira (25), ela viajou por três com sua mãe, Samanta, de São Carlos até a capital São Paulo, para poder acompanhar seu time de coração disputar a final da Copinha diante do Vasco.

Se o preço das exaustivas 12 horas distante de casa foi o cansaço ao fim da tarde, a recompensa foi impagável.

No mesmo dia, Larissa entrou em campo junto da equipe, recebeu uma bela homenagem dos atletas tricolores e viu o São Paulo ser tetracampeão da competição

A felicidade foi completa quando, depois da conquista, ela ganhou uma medalha de campeã da Copinha — um presente do clube.

VEJA TAMBÉM: Ex-Vasco, Amaral lamenta vice na Copinha: "Fiquei muito chateado"

Após as comemorações, ela falou com o R7 e, com poucas palavras, resumiu os momentos que viveu na chuvosa tarde paulistana: "Feliz. Muito Feliz".

Antony e Larissa celebraram juntos

Antony e Larissa celebraram juntos

Reprodução/Instagram

Mais tímida que a estrela do dia, Samanta Martins, sua mãe, descreveu o dia como "um momento de muita alegria". "Ela esteve muito animada durante o dia todo. Foi muito bom", disse Samanta. 

CONFIRA: No Vasco desde criança, Lucas Santos sonha com time profissional

Um dos momentos mais felizes do dia de Larissa, segundo ela, foi ver Antony marcar um dos gols do empate por 2 a 2 — nos penais, vitória paulista por 3 a 1. Ao longo da competição, o camisa 7 do São Paulo criou uma relação de amizade e carinho com a garota.

Nas oitavas de final diante do Mirassol, o atacante conheceu a pequena torcedora e, antes da bola rolar, a prometeu um gol. Dito e feito: em campo, balançou as redes na vitória por 3 a 0 e chorou ao cumprir a promessa.