Em busca do vice, Santos enfrenta Fortaleza por recorde no Brasileirão

Alvinegro quer igualar pontuação da campanha de 2006, e tenta vencer Time que no 1º turno, conseguiu empate após estar perdendo de 3 a 0

Santos pode ultrapassar pontuação de melhor campanha em sua história

Santos pode ultrapassar pontuação de melhor campanha em sua história

Ivan Storti/Santos FC

O Santos não vai terminar o Campeonato Brasileiro como campeão, mas ao menos pode alcançar uma marca histórica na atual edição do torneio nacional: o recorde de pontos do clube na era dos pontos corridos com 20 participantes (desde 2006). E essa façanha pode ser conquistada nesta quinta-feira, quando o time vai enfrentar o Fortaleza no Castelão, às 20 horas.

Veja mais: Fla não é o primeiro! Relembre times que levaram a tríplice coroa

Em 2016, o Santos foi vice-campeão brasileiro com 71 pontos (nove a menos do que o campeão Palmeiras), campanha que tenta repetir em 2019. Agora o time é o segundo colocado da competição, com 68. Isso significa que o recorde será igualado com uma vitória sobre o Fortaleza - restando ainda três partidas para superar a marca.

Vencer o Fortaleza, porém, não será tarefa fácil, e o jogo entre as equipes válido pelo primeiro turno prova isso. Na Vila Belmiro, o Santos abriu 3 a 0 no primeiro tempo e parecia que conseguiria uma grande goleada, mas o Fortaleza reagiu na etapa final e empatou a partida por 3 a 3.

Segundo o zagueiro Lucas Veríssimo, o duelo desta quinta-feira deverá ser de alta qualidade por causa dos dois treinadores, Jorge Sampaoli (Santos) e Rogério Ceni (Fortaleza). "Vai ser um grande jogo, duas grandes equipes. Vai ser um jogo em que os treinadores têm ideias parecidas: jogar para frente, jogar com a bola. Acredito que vai ser um grande espetáculo."

Veja mais: Robinho empolga santistas: 'Vou dar título que o Flamengo ganhou agora'

Lucas Veríssimo não terá no Castelão a companhia de Gustavo Henrique, que está suspenso, assim como o atacante Marinho. Já o lateral-esquerdo Jorge não vai jogar por causa de um problema muscular.

Na defesa, o principal candidato a substituir Gustavo Henrique é Luiz Felipe. O paraguaio Derlis González tem boas chances de ser o escolhido para jogar no lugar de Marinho e o meio-campista Diego Pituca, autor de um gol na vitória sobre o Cruzeiro, no sábado, disputa uma vaga na equipe titular com Evandro.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Mano Brown visita Sampaoli no CT e vira sócio torcedor do Santos