Em briga direta contra a degola, CSA busca fim de jejum fora de casa

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, o CSA busca encerrar o jejum de vitórias fora de casa. Nesta segunda-feira, às 20 horas, encara o Botafogo no Engenhão, no Rio, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Argel Fucks tem alguns problemas para escalar o time alagoano, mas conta com o retorno do artilheiro Ricardo Bueno.

O atacante, que já marcou cinco gols na competição (três pelo Ceará), está de volta. Ele se recuperou de uma fratura no nariz, que o tirou dos confrontos com Goiás e Atlético-MG, e briga com o experiente Alecsandro por uma vaga no ataque.

Por outro lado, o atacante Hector Bustamante, que deixou o jogo diante do Atlético-MG com dores musculares, não se recuperou, assim como o goleiro Jordi, desfalque já no jogo anterior. Ele seguirá sendo substituído por João Carlos. Outros que já estavam no departamento médico e continuam como desfalques são o volante Jean Cléber, os meias Euller e Didira, e o atacante Safira.

Mesmo com os desfalques, Argel demonstrou confiança em todo o elenco e garantiu o CSA pronto para o duelo. "Isso (jogadores machucados) é por causa da sequência de jogos. Mas tenho confiança total em todos os jogadores do elenco e irei usar quem está à disposição. Estamos prontos para mais este desafio", afirmou.

A última vitória do CSA longe de Maceió foi em 18 de agosto, quando derrotou o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã, com gol de Jonatan Gomez. Depois disso, acabou goleado pelo Palmeiras por 6 a 2, perdendo depois para Santos, por 2 a 0, e Bahia e Goiás, por 1 a 0, além de um empate por 1 a 1 com o São Paulo. No momento está na 18.ª colocação com 26 pontos, quatro a menos do que o Botafogo, com 30, em 14.º lugar.